Aruc completa 60 anos com programação especial

Aruc completa 60 anos com programação especial

Plano Piloto, Brasília, DF, Brasil 24/2/2017 Foto: Dênio Simões/Agência Brasília. Integrantes da Aruc levaram samba a doadores em ação que visa reforçar o estoque de sangue antes do carnaval no Hemocentro em Brasília Foto: Dênio Simões / Agência Brasília

A ARUC completa 60 anos em 21 de outubro, com uma história marcada por vitórias e superação. Mais antiga escola de samba em atividade de Brasília, uma das mais antigas entidades culturais da cidade e patrimônio cultural imaterial do Distrito Federal, a Associação Recreativa Cultural Unidos do Cruzeiro é conhecida por seus 31 títulos do carnaval, recorde absoluto na cidade, mas também pela luta constante para preservar este legado.

Fundada por cariocas transferidos para a nova capital e que vieram morar no antigo Bairro do Gavião, antigo nome do Cruzeiro, logo adotou como símbolo um gavião (referência ao nome do bairro) e as cores azul e branco em referência à Portela, que logo se tornaria sua madrinha. Participando desde o primeiro o primeiro desfile na capital em 1962, os títulos no carnaval não demoraram a chegar, começando em 1965 e emendando até 1969. Penta-campeã logo no começo.

Ensaiando pelas ruas do Cruzeiro, finalmente encontrou seu chão definitivo em 1974 quando ocupou o terreno do extinto time de futebol Cruzeiro do Sul em uma área destinada a Clube de Vizinhança. Ali se fortaleceu e começou a diversificar suas atividades com a criação do departamento de esportes, onde também se tornaria campeã em diferentes modalidades como handebol, futsal e futebol, promoveria torneios e revelaria atletas. Na década de 80 é criado o departamento cultural para ampliar as atividades para além do carnaval, com destaque para os Concertos Canta Gavião e as ruas de arte e lazer.

Hoje a ARUC é presidida por uma nova gestão. Eleito em maior de 2020, no início da pandemia, o professor Rafael Fernandes tem o desafio de presidir a agremiação em um momento delicado. Não bastasse a pandemia, as escolas de samba vêm de um período de sete anos sem os desfiles, e o período sem atividades por conta das medidas sanitárias levaram sua gestão a buscar os meios para manter as contas em dia, fosse por meio de editais públicos, vaquinhas online ou tirando dinheiro do próprio bolso.

A diretoria busca também um novo modelo de contrato de cessão de uso do terreno que ocupa e permita a exploração econômica da área, como forma de arrecadar os recursos necessários à sua manutenção e oferecer melhores serviços à sua comunidade. Para tanto o caminho é a Lei 6.888/21, baseada na qual foi dado entrada de um requerimento junto à Terracap. A ARUC mantém o compromisso com sua história, mas buscando se viabilizar para o futuro, com as condições reais de se manter economicamente.

Para celebrar este Jubileu de Diamante, a programação comemorativa envolve as seguintes atividades:

• 21/outubro/2021 (quinta), 19h às 22h – Recepção e corte do bolo de aniversário na quadra da escola, para convidados.

• 23/outubro/2021 (sábado), 19h às 21h – Desfile da escola de samba via central do Cruzeiro Velho. Concentração na Quadra 05, a partir das 18 horas

• 29/outubro/2021 (sexta), 18h- Happy hour com música, poesia e cinema. Teaser “Aruc 60 Anos” e o longa-metragem “Amor e Brega” com bate papo com o cineasta diretor do filme Ronaldo Duque.

• 30/outubro/2021 (sábado), 9h às 18h – Projeto Canta Gavião 60 Anos da Aruc – Cultura & Cidadania. Estacionamento do Ginásio de Esportes do Cruzeiro.

Vinkmag ad

Isabel Almeida

A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio. Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal, e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.

Read Previous

Conclusão da primeira fase da 15ª Conferência das Partes da Convenção sobre Diversidade Biológica (CDB)

Leia a seguir

Especialista do IMP Concursos dá dicas sobre Legislação Aplicada à PMDF

dezembro 3, 2021