O Jardim do Éden está trazendo uma nova configuração para uma área de mais 440 mil metros quadrados na região central de Águas Lindas de Goiás. No passado, era um vazio urbano e destino de entulho e lixo; hoje está recebendo casas, equipamentos urbanos e, em breve, serviços

A poucos quilômetros de Brasília, a cidade de Águas Lindas de Goiás, município goiano com cerca de 200 mil habitantes, cresceu aceleradamente e com pouco planejamento em 23 anos de emancipação. Novos projetos urbanos, no entanto, tem trazido um novo cenário para a cidade e proporcionando, assim, mais qualidade de vida para seus moradores.

É o caso do loteamento Jardim do Éden, bairro planejado que está sendo implantado na região central da cidade, onde no passado era um vazio urbano e destino de entulho. Hoje, os 440 mil metros quadrados estão recebendo casas, ruas amplas, avenida dupla, áreas comerciais e, futuramente, deve abrigar mais de 1,2 mil famílias de forma ordenada. A terceira etapa, com 198 lotes, será lançada em 17 de novembro com tabela promocional e por tempo limitado.

“O Jardim do Éden agrega valor não só para os bairros vizinhos, mas para toda a cidade que ganha uma ocupação planejada com toda infraestrutura necessária para proporcionar bem-estar e qualidade de vida para os futuros moradores do bairro e demais setores ao redor”, avalia o empreendedor Rodrigo Lima, um dos sócios do empreendimento.

As grandes quadras foram planejadas para acolher os moradores que terão ruas de circulação exclusivas para pedestres, facilitando o acesso a pé entre as casas. Os empreendedores também implantaram no bairro uma praça, maior equipamento de lazer já entregue na cidade. A Praça Viviane de Sousa Viana, que possui 10 mil m², conta com pista de caminhada, ciclovia, academia ao ar livre, espaço de convivência, paisagismo, pista de skate, brinquedos infantis entre outros itens. O local também já se converge para um novo ambiente onde poderá ocorrer festivais e eventos comunitários, inclusive de moradores de bairros vizinhos.

A primeira etapa já foi entregue com infraestrutura completa como asfalto, energia elétrica, iluminação pública, água tratada, rede de esgoto e galeria pluvial. A segunda etapa fica pronta em junho de 2021. Outros diferenciais desse projeto estão no paisagismo do bairro que está sendo entregue aos moradores, e na pavimentação das ruas que estão sendo feitas com asfalto CBUQ, também conhecido como asfalto quente. “Entre outras coisas, o asfalto usinado a quente proporciona cerca de 30% mais resistência e durabilidade que o asfalto convencional”, explica a gerente de produtos do empreendimento, Ana Paula Nomura.

O empresário Rodrigo Lima, disse ainda que tudo foi construído com a qualidade primada pela incorporadora que tem grandes obras por todo o Estado e mais de 40 anos de dedicação ao desenvolvimento de espaços públicos. Além dos serviços já oferecidos nos bairros vizinhos, as famílias terão ainda oportunidade de desenvolver o empreendedorismo no próprio bairro, para atender a demanda da população aproximada de 5 mil pessoas que ali devem morar.

“Esse é o princípio sustentável que vem sendo adotado nos grandes centros para favorecer a qualidade de vida: viver, morar e trabalhar no mesmo local. As áreas comerciais têm a finalidade de atender as necessidades dos moradores, criando no mesmo local, serviços, emprego e renda”, afirma Lima. Ele esclarece que ao todo, o bairro contará com 1.282 lotes, entre residenciais e comerciais e ainda contará com mais uma etapa futura, perfazendo o total de quatro.18

Artigo anteriorKit YouTuber: saiba quais equipamentos são indispensáveis para gravações
Próximo artigoPlataforma de permutas multilaterais passa a atuar em Anápolis
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.