Faça você mesmo

Entre as modalidades, escola de educação infantil oferece cenários criativos de aprendizagem para que crianças desenvolvam soluções inovadoras

O Ideaah se destaca na capital federal com um conceito diferenciado de educação. A instituição aposta na cultura maker, ou seja, faça você̂ mesmo. O objetivo da metodologia é incentivar que as crianças da educação infantil busquem soluções criativas no processo de aprendizagem, estimulando o espírito empreendedor, autônomo, criativo e inventivo.

É mais do que simples salas de aula. É um ambiente de aprendizagem que estabelece um elo entre teoria e prática já na primeira infância. Por meio da experimentação, mediada por professores, as crianças são protagonistas no desenvolvimento de projeto autorais, assim como nas atividades de robótica, artísticas, holísticas, circenses, sustentáveis (contato com a natureza) e até habilidades nutricionais e musicais.

Nas aulas de tecnologia, por exemplo, os pequenos exploram equipamentos, como impressora 3D. Já́ no contato com a natureza, as crianças aprendem a plantar, colher e cuidar da terra. Outra prática do instituto, é o contato com a cozinha, que permite o desenvolvimento da consciência nutricional, por meio da manipulação dos alimentos e da elaboração de receitas.

Alessandra Campos, diretora do Ideaah School, explica que a cultura maker é uma maneira de estimular as crianças a serem mais autônomas, respeitando sua evolução, ritmo e curiosidade. “Entendendo melhor as habilidades de cada uma é possível ter resultados surpreendentes, desenvolvendo capacidades que podem ser levadas para vida toda”, afirma.

Além disso, a ênfase da metodologia é incentivar os pequenos a buscarem soluções e colocar a mão na massa, literalmente. “Vivemos em um mundo onde tudo se torna descartável. O que buscamos é desenvolver uma mentalidade na qual os recursos são aproveitados em sua totalidade e reaproveitados de forma inteligente, sustentável e autônoma”.

Sobre o Ideaah

O Ideaah School busca novas metodologias para motivar o engajamento dos estudantes, resgatando a curiosidade e impulsionando a aprendizagem. O objetivo é atender às diversas personalidades e estilos de pensamento durante esse processos, deixando que as crianças explorem diferentes ambientes. Assim, o professor atua muito mais como um facilitador ou tutor do que como alguém que só́ deposita conteúdos fragmentados. Isso faz com que os pequenos desbravem, explorem, descubram e reinventem, a partir de suas próprias perspectivas e vivências.

Conheça mais sobre o Ideaah

Endereço: SHIS QI 15 A/E B, Lago Sul, Brasília – DF Contato: 61.3248-2448/ 99927-2670 https://www.ideaah.com.br/

Siga no Instagram: @ideaahschool

Artigo anteriorCoral formado por pessoas com deficiência auditiva
Próximo artigoCOMDONO facilita compra e venda de imóveis
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.