Bruno Aguilar parte em carreira solo com o álbum “anso gocun ferregoná sou tê”

Depois de  25 anos tocando contrabaixo, violão e cantando com nomes como Edu Lobo, Joyce Moreno, Francis Hime, Hermeto Pascoal, entre outros, Bruno Aguilar lança seu primeiro álbum solo, já disponível nas plataformas  digitais, com previsão de shows para dezembro. O título do álbum é uma criação de Aguilar, um jogo de palavras, uma espécie de anagrama ou abreviação de nove sobrenomes que ficaram pra trás de antepassados do artista: Andrade Soares Gomes Cunha Reis Gonçalves Alves Souza Teixeira. Um cruzamento de pesquisas sobre sua história pessoal e a própria história do Brasil e da América Latina foi o estopim para o mote do disco, que conta com 10 faixas, onde Bruno atua como baixista, violonista, arranjador, compositor, cantor e diretor musical.

Vinkmag ad

Luiz Claudio

Luiz Claudio de Almeida, carioca, jornalista, tricolor, apaixonado por carnaval. Foi subeditor da Coluna Anna Ramalho no Jornal do Brasil e atua repórter do Portal Annaramalho. Assessor de imprensa com experiência de mais de 20 anos nas áreas de cultural, entretenimento, turismo, negócios e gastronomia.

Read Previous

Laura Zandonadi lança EP com releituras de Caetano Veloso, Djavan e Novos Baianos

Leia a seguir

Dia das Crianças e muito mais no CCBB Educativo

outubro 27, 2021