Bsb Flash

Caravana da Leitura e do Autor Fluminense promove live com escritor carioca que percorreu países africanos ouvindo histórias ao longo de 20 anos

Sessões de contos e oficinas também farão parte do projeto literário

Morador do bairro da Glória, zona sul do Rio de Janeiro, Rogério Andrade Barbosa será um dos autores a participar de uma série de lives e atividades exibidas pelo canal do YouTube da Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras. No dia 26 de fevereiro, às 19h, o escritor falará sobre sua experiência como contador de histórias, suas obras, viagens e pesquisas a respeito da literatura oral africana. O projeto literário é contemplado pela Lei Aldir Blanc – Edital Retomada Cultural RJ, promovido pelo Governo Federal, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa do Rio de Janeiro, com realização do Prodarte e apoio Ações & Conexões.

“A Caravana proporciona o contato dos autores, artistas e contadores de histórias com os jovens e crianças. Essa aproximação virtual quebra distâncias e estreita nossos relatos com esse público”, afirma Rogério, que tem muita bagagem para compartilhar em 30 anos dedicados à literatura e mais de 100 livros publicados. Além de escritor, é professor e trabalha na área de literatura afro-brasileira e programas de incentivo à leitura, proferindo palestras e dinamizando oficinas.

O interesse pela cultura e literatura afro-brasileira começou na vivência como professor voluntário das Nações Unidas na Guiné-Bissau. Posteriormente, ao longo de 20 anos, recolheu histórias pelas escolas que visitou em países africanos, como Angola, Moçambique, Cabo Verde, São Tomé e Príncipe e Etiópia. “A cultura africana e a sua rica oralidade estão presentes em nossos contos populares. É importante divulgar já que somos um povo miscigenado”, conclui o escritor que também detém, entre vários reconhecimentos, um prêmio da Academia Brasileira de Letras na categoria de literatura infantojuvenil.

Sessões de Contos e Oficinas

Além dos bate-papos com autores fluminenses, a Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras também vai exibir sessões de contos e oficinas. No dia 28 de fevereiro, o artista Warley Goulart vai narrar três histórias que permearam sua trajetória de costura e paixão pela literatura, no grupo Os Tapetes Contadores de Histórias: “O Elefante”, de Carlos Drummond de Andrade, por meio do próprio tapete que costurou em homenagem ao poeta de Itabira; a lenda tradicional inca “O Mistério das Ilhas Pachacamac, narrativa que escutou no próprio santuário arqueológico do local, materializada em livro de pano pelo projeto limenho Manos que Cuentan; e “O Congo vem aí”, de Sérgio Capparelli, com as próprias ilustrações de tecido que criou especialmente para este livro da Editora Global.

Já no dia 3 de março, o ator e contador de histórias José Mauro Brant ministra a oficina “A arte de contar histórias”, que resume um pouco do trabalho que realiza há 30 anos com professores e formação de contadores de histórias, como promotores de leituras e como linguagem artística, definindo a contação como arte nas escolas e nas práticas de educação. “Serve tanto para quem quer contar histórias como para professores, além de mostrar os desafios de como fazer isso no mundo virtual”, explica Brant.

A Caravana da Leitura e do Autor Fluminense – Mediadores de Leituras

A ação de circulação literária tem como estratégia democratizar o acesso ao livro e à leitura, além de estimular e incentivar crianças de 7 a 14 anos para o contato com autores fluminenses. Serão realizadas ações virtuais, todas gratuitas, que poderão ser acessadas através das redes sociais da Caravana. O projeto prevê também capacitação para professores e agentes de leitura da Rede de Bibliotecas Comunitárias, pontos de leitura e projetos de incentivo à leitura com a realização de videoaula, web conferência e a entrega de kits para 10 Bibliotecas Comunitárias com equipamentos digitais, ebooks, aplicativos e livros em papel. Segundo Benita Prieto, coordenadora geral do projeto, a iniciativa pretende contribuir para a melhoria da educação e incentivo à leitura, através da formação de professores e mediadores de leituras, narrativas de histórias e oficinas literárias, bem como a divulgação dos autores fluminenses e de suas obras junto ao público infantil.

Confira a programação completa em: https://www.caravanadaleituraaf.com.br/

Toda programação é gratuita.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

Ana Tereza Basílio

Porte de Livros no Programa Cem por Cento Educação

Idealizada por Ana Tereza Basílio, vice-presidente da OAB-RJ, a Campanha Porte de Livros, que estimula a doação em distintos locais do Rio de Janeiro, será

Dia das Mães: confira as opções nos restaurantes do DF 

Além do atendimento presencial, todas as casas oferecem a opções para delivery e take out  Anualmente, o Dia das Mães é uma data para celebrar

Setur-DF realiza reunião para estruturar políticas públicas de fomento à economia criativa

Encontro reforça compromisso com o setor assumido pelo GDF junto à Unesco que, em 2017, anunciou a capital federal como membro da Rede de Cidades

Superação e Determinação: o que eu aprendi com o documentário ‘Pódio para Todos’

*Por Marcelo Trevisani Recentemente, assisti o documentário chamado “Pódio para Todos”, produzido pela Netflix. A história apresenta os relatos dos principais atletas paraolímpicos ao participarem

%d blogueiros gostam disto: