Carlos Alberto Serpa foi eleito para a Academia Brasileira de Arte.

Carioca, engenheiro, presidente da Fundação Cesgranrio, desde 1971, e diretor da Casa Julieta de Serpa, Carlos Alberto Serpa foi eleito para ocupar a cadeira 33 da Academia Brasileira de Arte, presidida por Heloisa Aleixo Lustosa (filha de Pedro Aleixo, ex-vice-presidente, fundador da extinta UDN).

Casado com a engenheira Beth Serpa, criador dos Prêmios Cesgranrio de Teatro, Dança e Literatura, do Teatro Cesgranrio, fundador da Orquestra Cesgranrio, Serpa vai suceder Harilda Larragoiti(viúva do empresário Gerald Larragoiti e grande colecionadora de artes), que morreu em setembro desse ano.

A Academia Brasileira de Arte foi fundada em 1942, por inspiração de Ataulfo de Paiva e teve em suas cadeiras históricos como Alceu Amoroso Lima, Gustavo Capanema, Heitor Villa-Lobos, Oswaldo Teixeira, Sergio Bernardes, entre outros.

Artigo anteriorFestas de Natal e Ano Novo ganham tendência com aluguel por ocasião
Próximo artigoRio Boa Praça lança Projeto 2021
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.