As noivas que sonham em se casar na praia podem apostar em saias esvoaçantes, pele à mostra e renda. Ao contrário do que muitos pensam, os bordados também têm vez, mas em tons clarinhos ou com brilho prateado fosco. Além disso, o lugar é perfeito para usar vestido cropped ou um modelo com comprimento mullet (curto na frente e longo atrás) ou até mesmo um vestido transparente com hotpant (peça que faz o intermédio entre o short e a calcinha). Fotos: Vimo

Não há necessidade alguma de abandonar um modelo de vestido com cauda só porque optou por um casamento na praia.

Ao escolher um vestido com cauda você pode optar por um segundo vestido mais curto ou um modelo em que você possa remover a cauda depois, para que na hora da festa na praia você fique mais leve e a vontade.
Brincar com transparências com o tule ilusion com aplicações de bordados e rendas dá um efeito especial aos vestidos. Também é igualmente charmoso brincar com um jogo de “esconde e mostra” em pontos específicos do corpo como: braços, colo e decote.

Além disso, os modelos com alças finas, com efeitos rendados, com mangas curtas ou longas com transparências e mangas longas e fluidas, ou tomara que caia, são bastante apropriados para o cenário praiano.
Bom… Espero que o post tenha te ajudado a ter ideias sobre o modelo do seu vestido dos sonhos. Se você gostou de algum modelo em especial, me conte nos comentários, vou amar saber.

Artigo anteriorBaile da Vogue no Rio: de modelos exóticos ao super luxo
Próximo artigoEntrevista com Wagner Moura, presidente da Fraternidade Sem Fronteiras
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.