Cresce busca por imóveis como opção de investimentos

Baixa taxa de juros atraem a atenção dos investidores em imóveis. Empreendimentos buscam alternativas para deixar apartamentos ainda mais atraentes, como a moradia on demand

O setor imobiliário segue crescendo durante a pandemia. De acordo com estudo da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), o setor apresentou crescimento de 60,7% de vendas de imóveis no segundo trimestre em comparação com o mesmo período do ano passado e 7,2% superior em relação aos primeiros três meses deste ano. O aumento está diretamente relacionado a um cenário de juros mais baixos, que incentivam a aquisição desse bem como investimento, além das melhores condições para muitas famílias realizarem a compra da tão sonhada casa própria.

De acordo com a pesquisa “Perfil do Investidor Imobiliário”, realizada pela consultoria Brain Inteligência Estratégica, feita entre fevereiro e março, 57% dos entrevistados que ainda não investem em imóveis pretendem começar a investir no setor imobiliário em um futuro próximo. Entre os perfis avaliados na pesquisa, 13% já apostam em imóveis como opção de investimento. Entre os investidores, 34% afirmaram já ter três ou mais imóveis, sendo o mais cobiçado o residencial (84%).

Diante desse cenário, incorporadoras têm adotado estratégias para deixar os imóveis ainda mais atraentes para os investidores imobiliários. O Emirates Parque Flamboyant, projeto das empresas Humanae, Sousa Andrade e Terral, por exemplo, vai adotar o conceito de moradia on demand. Nessa estratégia, o imóvel é entregue pronto para morar e já mobiliado, facilitando o processo de locação e uso do apartamento.

Segundo o diretor comercial da Adão Imóveis, Rodrigo Branco, essa tendência tem ganhado força entre os apartamentos e pode sinalizar uma boa vantagem para o investidor em comparação com o aluguel tradicional. “A grande vantagem é que o investidor pode disponibilizar diárias ao invés de fechar meses ou anos de aluguel. Com uma diária, por exemplo, de mais de R$ 200,00, pode ter um retorno de aproximadamente R$ 4 mil em projeções mais modestas, rendendo cerca de 80% a mais em comparação com o aluguel tradicional”, destaca o diretor comercial.

De acordo com pesquisa realizada pela Brain Inteligência Estratégica com pessoas com renda acima de R$ 10 mil, cerca de 11% desse grupo busca apartamentos mobiliados. Segundo o diretor da Sousa Andrade e da Humanae Incorporadora, Murilo Andrade, esse percentual tem chances de crescimento à medida que os corretores e profissionais envolvidos com a venda desses serviços expliquem o que significa a moradia on demand. “Esse conceito é muito recente, mas já se configura como uma tendência global de locação de imóveis decorados e mobiliados. Muitos clientes e até profissionais do mercado não estão cientes desse movimento que permite mobiliar um apartamento para locar gerar uma renda ainda maior”, destaca Rodrigo.

Imóvel como investimento

O Emirates Parque Flamboyant contará com duas torres, Istambul e Dubai, com 33 pavimentos cada uma. Os apartamentos variam de 47m² a 132m², sendo a maioria de tamanho compacto. De acordo com Branco, mesmo com o crescimento da taxa Selic nos últimos meses, passando de 2%, em março, para 5,25%, em agosto, os números ainda são considerados baixos, ou seja, vale apostar em empreendimentos imobiliários.

“O mercado imobiliário tem seus ciclos e, atualmente, estamos em um bom momento de crescimento. Os investidores de imóveis buscam rentabilidade e a locação sob demanda pode render até 1% ou 2% ao mês. Apesar de ser uma prática nova em Goiânia, ela tem ganhado força, principalmente pela cidade ter se tornado referência em alguns centros, como a medicina, fato que atrai pessoas a passar alguns dias na capital”, destaca o diretor comercial. “Apesar de a taxa Selic ter crescido neste ano, ela ainda é bem menor se comparado com 2015, quando chegou a 14,25%”, completa.

Além de estar situado ao lado do Parque Flamboyant, o residencial oferecerá um complexo aquático de 370 m², além de um espaço Welness com piscina coberta, lago de carpas e spa. Salão de festas, espaço coworking, espaço gourmet, complexo infantil, pet place, bicicletário, academia, pub. O empreendimento contará ainda com um rooftop com piscina vermelha e uma vista definitiva para uma paisagem urbana exuberante.

Vinkmag ad

Isabel Almeida

A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio. Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal, e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.

Read Previous

Roberta Campos apresenta show voz e violão de “O Amor Liberta” em Brasília

Leia a seguir

Primeira faculdade de cosmetologia do Brasil tem método inédito de ensino

dezembro 3, 2021