Defesa consegue no STF suspensão de interrogatório de Witzel, nesta segunda

Os advogados Ana Tereza Basílio e Roberto Podval conseguiram no STF, em decisão divulgada no início da tarde desse sábado, que o interrogatório de Wilson Witzel, marcado para esta segunda (dia 28 de dezembro), no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, seja suspenso.

A decisão foi tomada pelo relator no processo de impeachment do governador afastado do Rio, ministro Alexandre de Moraes.

“O interrogatório somente poderá ser realizado após a defesa ter acesso a todos os documentos remetidos pelo STF, com prazo mínimo de cinco dias entre o acesso integral e o ato processual “- disse o ministro.

Antes de ouvir Witzel, de acordo com a decisão de Alexandre de Moraes, o Tribunal Especial Misto do TJ-RJ, deverá aguardar a complementação do depoimento da testemunha Edmar Santos, ex-secretário estadual de Saúde.