Bsb Flash

Equipe brasiliense ganha prêmios internacionais com o lançamento do filme Enquanto Estamos Juntos

Equipe brasiliense ganha prêmios internacionais com o lançamento do filme Enquanto Estamos Juntos

O ator global Bernardo Felinto, Isabelle Borges, Rebeca Reis e Kleber Macedo conquistaram os olhares de festivais internacionais em 2020. Produção levou os prêmios BEST DRAMA no Paris Play Film Festival e BEST DIRECTOR no Vesuvius International Film Festival, na Itália. E, ainda, melhor atriz para Rebeca Reis no Berlim Indie Film Festival 2020 e melhor ator, roteiro e direção no Chicago Indie Film Awards

Bernardo Felinto fez 20 anos de carreira este ano. Ator e roteirista brasiliense que conquistou o Brasil e teve várias participações na emissora Rede Globo, ele lançou, junto com a dramaturga Isabelle Borges, o filme Enquanto Estamos Juntos. O curta-metragem escrito pela dupla conquistou os olhares do mundo em tempos de pandemia. Enquanto Estamos Juntos ganhou, em novembro de 2020, os prêmios BEST DRAMA no Paris Play Film Festival e BEST DIRECTOR no Vesuvius International Film Festival, na Itália. Rebeca Reis também levou o prêmio de melhor atriz no Berlim Indie Film Festival 2020. E eles não param de ganhar prêmios. A equipe conquistou também os Estados Unidos. Por lá, no Chicago Indie Film Awards, Felinto, Isabelle e o diretor Kleber Macedo ganham três troféus. De melhor ator e escritor, para Bernardo e Isabelle, e melhor direção, para Kleber Macedo. Confira trailer em:

Enquanto Estamos Juntos conta a história de um casal, Klei (Bernardo Felinto) e Júlia (Rebeca Reis). Os dois se conhecem em um bar e se apaixonam instantaneamente. A partir daí, eles iniciam um romance com todos os detalhes e percalços que um relacionamento oferece.

“O filme é um combinado de gêneros com atos de comédia, drama e suspense, onde o espectador se sente completamente envolvido na trama. Afinal de contas, quem nunca enfrentou problemas no relacionamento?”, destaca Felinto.

E é de maneira franca e objetiva que os atores destilam sinceridades acerca do tema e prometem desvendar mistérios sobre a vida a dois. Intimidade, convivência, falta de apetite sexual, são algumas das temáticas que levam o espectador a ter essa identificação imediata com o curta-metragem.

‘Um filme dramático, mas ao mesmo tempo, leve e divertido, onde os casais saem transformados e questionando a sua própria relação. Destinado a todos os tipos de público, o curta é, além de tudo, uma luz no fim do túnel, onde a felicidade pode sim ser encontrada nos pequenos detalhes. Uma história comovente, onde um simples casal, se torna o espelho de todos os casais” , acrescenta o diretor Kleber Macedo, que já trabalhou também com Bernardo no premiado Me Deixe Não Ser (2018).

“Este novo curta começa agora a sua trajetória por festivais de cinema, nacionais e internacionais, e busca entrar no circuito do audiovisual com grandes expectativas”, felicita Bernardo.

Sinopse: Klei e Julia iniciam um intenso romance após se conhecerem em um bar, até Júlia fazer uma proposta que pode mudar para sempre os rumos da relação.

Sobre a equipe:

Bernardo Felinto

Bernardo é brasiliense, cursou Artes Cênicas na Universidade de Brasília e é formado pela New York Film Academy, em Nova York. No currículo, o ator possui mais de 30 peças de teatro, entre elas, temporadas nacionais com a Cia. de Comédia Os Melhores do Mundo, atuando nos sucessos Hermanoteu na Terra de Godah, SEXO – a comédia, entre outras. Em 2019, Bernardo esteve no elenco principal da Novela da 6 da Rede Globo, Órfãos da Terra, com o personagem Kaara, no núcleo dos vilões da trama. A novela recentemente ganhou o Emmy 2020 de melhor telenovela. O ator possui mais de 30 campanhas publicitárias nacionais e variadas participações na Rede Globo. Bernardo é sócio-fundador do Canal Só 1 Minuto, o maior canal de humor do centro-oeste com mais de 30 milhões de visualizações no Youtube. No cinema, ainda em 2019, Bernardo foi o roteirista e protagonista do curta-metragem Me Deixe Não Ser, filme ganhador de 2 prêmios internacionais de melhor roteiro. Em Brasília, o ator possui uma escola de teatro com o seu nome, curso referência na capital do país, com mais de 10 anos de existência. Ainda em 2019, Bernardo participou do filme Minha mãe é uma peça 3, com o Paulo Gustavo.

Isabelle Borges

Isabelle Borges é escritora, educadora, poeta e roteirista. É autora dos livros Bilica Chorona, Amores virados pra cá, Meu mundo deitado na grama (no prelo), e da peça de teatro e curta-metragem Enquanto Estamos Juntos. Teve sua estreia na literatura como escritora revelação na antologia No fundo de doze histórias corre um rio, ao lado de autores como Machado de Assis, Carlos Drummond de Andrade e Marina Colasanti. Formada em licenciatura, mestre em psicologia do desenvolvimento humano e pós graduada em Amadurecimento Lúdico, trabalhou formando educadores, crianças e jovens em todo o país. Foi professora de grandes instituições federais, como a Universidade de Brasília e o Colégio Pedro II (RJ). É fundadora e diretora da POAMA – Escola de memórias, uma escola itinerante que surge para repensar o diálogo, a comunicação, e o desenvolvimento humano e criativo a partir da escrita. Desenvolve vivências de escrita em grupo, individual, em empresas, escolas e realiza consultoria textual para projetos com narrativa.

Rebeca Reis

Rebeca Reis é atriz brasiliense, e vem integrando desde 2011 diversas produções teatrais na capital. Transitando entre o drama e a comédia, exerce funções também nos bastidores, como assistente de direção, produtora e roteirista. Figurou entre os finalistas no Festival “Hilaridade Fatal”, produzido pela Secretaria de Cultura do DF em 2014, atuando em esquete de sua autoria. Em 2018, integrou a equipe do Festival Internacional de Mulheres no Teatro “Solos Férteis”, ligado à rede The Magdalena Project (Reino Unido). Sua formação passou por diretores e preparadores como Luciana Martuchelli (DF), Cininha de Paula e Sérgio Penna (RJ), Ya-Ling Peng (Uhan Shii Theatre Group, Taiwan), e em 2020 está entre os quinze atores selecionados para estudarem no Rio de Janeiro com a renomada preparadora de atores Ivana Chubbuck (Hollywood, Los Angeles). Atualmente, é professora no Curso de Teatro Bernardo Felinto, em Brasília.

Kleber Macedo

Kleber Macedo é produtor audiovisual nascido em São Paulo, São Bernardo do Campo, e criado em Brasília. Experiência em coordenação de produção, direção, direção de fotografia, montagem e colorização. Kleber é um dos diretores de publicidade mais requisitados da capital federal, foi diretor do curta Me Deixe Não Ser e foi o vencedor de prêmio de melhor diretor no Vesuvius International Film Festival, com o curta Enquanto Estamos Juntos.

Serviço: Filme Enquanto Estamos Juntos, De Iasbelle Borges e Bernardo Felinto, ganha prêmios mundiais em tempos de pandemia

Confira trailer em:

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

Soul Brasília homenageia a cidade com muita criatividade e arte

Cobogó Kina foi enviado para profissionais do segmento de arquitetura para customização Para homenagear os 61 anos da Capital, o programa de relacionamento Soul Brasília

Ana Tereza Basílio

Comissão de Direito da Moda da OAB-RJ promove encontro virtual

Presidida por Deborah Portilho, a Comissão de Direito da Moda da OAB-RJ vai promover nesta sexta (dia 23 de abril) encontro virtual, das 9 h

Saturnino Braga critica valor de auxílio emergencial

Saturnino Braga critica valor de auxílio emergencial

Para o ex-senador Saturnino Braga é importante que o Senado Federal faça uma revisão no teto do auxílio emergencial concedido pelo governo federal, por causa

ABI Saúde faz live sobre vacinas, fake news e imprensa

ABI Saúde faz live sobre vacinas, fake news e imprensa

Diretora de Assistência Social da ABI, Rosayne Macedo vai apresentar e mediar live sobre vacina, fake news e imprensa, nesta sexta (dia 23 de abril),

%d blogueiros gostam disto: