Especialista dá dicas para conciliar os estudos com as festas de fim de ano

Especialista dá dicas para conciliar os estudos com as festas de fim de ano

Especialista dá dicas para conciliar os estudos com as festas de fim de ano

Quem está se preparando para concorrer a uma vaga no serviço público enfrenta um dilema com a chegada de dezembro: aproveitar os festejos desta época do ano ou se dedicar à preparação para os concursos do próximo ano como se nada fosse diferente.

Para o professor do IMP Concursos, Décio Sousa, servidor público há 10 anos e especialista nas matérias de raciocínio lógico, matemática, estatística e gerenciamento de estudos de alta performance, o importante é manter o foco e traçar um bom plano de aprendizagem que contemple horas de lazer e de estudo.

“Ter estratégia é sempre a melhor coisa a se fazer. Trace um plano de estudos com uma carga horária mais reduzida, baseada em revisões e resoluções de simulados. Lembre-se que o descanso/lazer é necessário, mas não perca o foco do seu tão sonhado cargo público. Equilíbrio e constância é a chave de tudo”, explica.

Confira as dicas preciosas do especialista: 

Dá para aproveitar um pouco das festas sem interromper totalmente os estudos?

Com certeza. Se o estudante seguir um cronograma de estudos com disciplina, é até indicado que ele aproveite um pouco (com responsabilidade e sem exagero) das festas de fim de ano.

Você acha que os benefícios de passar as festas com a família, aproveitar essas datas, também é importante para quem está se preparando para os concursos de 2022?

Para tudo na vida é necessário ter equilíbrio. Nos estudos não é diferente. Graças aos momentos de lazer e descanso, é possível obter vários benefícios que não serão alcançados caso o estudante fique preso aos estudos o tempo todo. O lazer previne problemas de saúde tais como: Estafa, Estresse, Transtornos psicológicos, Problemas cardiovasculares, Doenças crônicas e Perda de memória.

Como dividir o tempo de estudo com o tempo para relaxar e ficar com a família?

Nesse período de fim de ano, incluindo a “virada” de ano novo, gosto de dividir as semanas em 4×3. Quatro dias de estudo intenso e 3 dias de lazer e festejos.

Quais são os principais erros cometidos pelo concurseiro, nessa época do ano, que podem prejudicar a sua preparação?

Não ter equilíbrio e “dosagem”. A maioria tem a característica “oito ou oitenta”. Ou estudam o tempo todo, ou só voltam a estudar depois da virada de ano novo.

Sabemos que o que importa é a constância de estudo e o método correto, para o aluno se preparar nesse sentido, pelo menos nesse período de Natal e Ano Novo, qual seria o tempo de estudo ideal?

Não existe um tempo em específico. O tempo “ideal” é o tempo que o concurseiro estuda com qualidade. O tempo que realmente ele consegue render, aprender, memorizar, entender o conteúdo de forma ampla e clara. E isso depende da individualidade de cada um. Há alunos que rendem em duas horas de estudos, o que muitos não conseguem render em quatro horas.

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

Quilombo da Liberdade Lives recebe a Capela Imperial

Leia a seguir

Seguro de vida: cresce a venda durante a pandemia

janeiro 19, 2022