Especialistas dão dicas do que fazer com o prêmio da Mega Sena da Virada
Economia

Especialistas dão dicas do que fazer com o prêmio da Mega Sena da Virada

Apesar do deslumbramento todo que a quantia paga causa, investir é, sem sombra de dúvidas, o melhor a se fazer com o dinheiro

Todos já sonharam em ganhar na loteria, não é mesmo? A chance de acertar as seis dezenas da Mega Sena da Virada, por exemplo, é de uma em 50 milhões, mas isso nunca impediu alguém de sonhar com o dinheiro. O concurso mais esperado do ano vai oferecer uma premiação de aproximadamente R$ 200 milhões e os apostadores têm até a última segunda-feira do ano (31), às 14h,  para fazerem suas apostas e torcer para a sorte ajudar. O sorteio ocorre na noite do mesmo dia.

Como ocorre em todos os concursos especiais, o prêmio da Mega Sena da Virada não acumula. Caso ninguém acerte os seis números, o prêmio será dividido entre os apostadores que acertarem cinco dezenas, e assim por diante. A aposta simples custa R$ 3,50 e deve ser feita nas lotéricas com os volantes específicos do concurso da Virada.

O valor do prêmio é suficiente para realizar sonhos e ostentar com o que há de mais luxuoso no mundo. Mas, o dinheiro pode acabar? O que fazer com o prêmio? Onde investir? O ideal é gastar ou investir esse dinheiro todo? essas são as principais dúvidas.

Apesar do deslumbramento todo que a situação causa, investir é, sem sombra de dúvidas, o melhor a se fazer com o dinheiro, porque apesar de ser um volume considerável, ele pode acabar se for gasto de maneira desenfreada. E os agentes autônomos de investimento da Vertente Capital, Carlos Solé e Nilton Miranda, aconselham o que fazer. “A primeira coisa é colocar o dinheiro para trabalhar, visando a preservação do seu poder de compra, para depois gerar gastos com viagens, compras em geral, e até itens considerados supérfluos”, assegura Carlos.

Sonho clássico

Se o pé quente  levar toda a bolada sozinho, aplicar todo o dinheiro na caderneta de poupança da Caixa Econômica Federal (CEF), por exemplo, poderá obter um rendimento mensal de cerca de R$ 743 mil, segundo o banco. Com o prêmio é possível se “aposentar” e deixar o dinheiro todo rendendo.

“No entanto, apesar dos investimentos da caderneta de poupança representarem 30% do que é investido no mercado financeiro e a cultura do brasileiro seja pensar na caderneta de poupança quando quer investir, essa não é a saída mais rentável”, afirma Carlos Solé, já que a poupança está rendendo juros  na faixa de 0,37% ao mês, equivalente a 4,54% ao ano. “Comparado com a inflação, o rendimento da caderneta de poupança não consegue superá-la, ou seja, o dinheiro vai perdendo o poder de compra ao longo do tempo”, revela.

Acertando nas finanças

De acordo com Nilton Miranda, no cenário atual de juros baixos e inflação em queda, a melhor alternativa para otimizar o retorno ao investidor, deve ser a diversificação de suas aplicações, através das mais variadas classes de ativos como: Renda Fixa, Renda Variável e Investimentos Alternativos. “É aquele velho ditado de não colocar todos os ovos na mesma cesta”, compara.

Essa é a mesma opinião do engenheiro e incorporador Paulo Silas Ferreira, sócio diretor da SIM Engenharia, que aconselha aplicar 50% do prêmio em algum título de investimento de renda fixa ou títulos públicos em um banco, de 15% a 20% em bolsas de valores e os 30% restantes em imóveis. “É importante que o sortudo escolha uma incorporadora de confiança, sólida no mercado e leve em conta a localização do imóvel. Dependendo do negócio, o investidor pode ter retornos que variam de 30% a 50% do capital investido em um prazo de três anos”, explica, apontando que: “Quem compra bem é quem compra o imóvel no lançamento, porque até a entrega das chaves o empreendimento valoriza”.

Dicas valiosas

Nilton Miranda aconselha investimentos que contemplem no mínimo a Taxa Livre de Risco representada pela SELIC hoje no patamar anual de 6,5%. Essa é considerada a taxa básica de juros e ela influencia todas as demais taxas de juros da economia. Fazer investimentos tendo esta taxa como referência, pode fazer grande diferença no retorno obtido. Tão importante quanto a rentabilidade é necessário que esse investimento esteja alinhado com o perfil de cada investidor”, completa.

Para se ter uma ideia, se o ganhador resolver aplicar 50% dos R$ 200 milhões em qualquer investimento com perfil conservador, padrão do brasileiro, que pague 6,5% ao ano ao investidor, renderia R$ 6,5 milhões por ano, uma média de R$ 540 mil por mês, valores brutos, pois, há incidência do Imposto de Renda. No entanto, Carlos antecipa que há outros investimentos que podem pagar mais, de acordo com o perfil do investidor, como o moderado, que paga de 8% a 12% ao ano e o agressivo, que pode atingir patamares bem mais altos.

Casa dos sonhos

Quem ganha uma grande bolada dessas já começa a planejar a casa dos sonhos. Com esse dinheiro, dá para construir cerca de 20 mansões em um dos condomínios mais cobiçados de Goiânia, o Aldeia do Vale, que possui as casas luxuosos da Capital. Dá também para comprar cerca de 50 apartamentos de altíssimo padrão, como os do Kingdom Park Residence, residencial mais alto do Centro-Oeste, que está em construção ao lado do Parque Vaca Brava, em uma das regiões mais nobres da Cidade. Os apartamentos possuem 482,76 m², com cinco suítes e são verdadeiras mansões nas alturas.  Por fora, a torre também promete impressionar com uma fachada espelhada e linhas retas que valorizam a verticalização da arquitetura ousada com design internacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.