Evento tem curadoria da artista multimídia e DJ Marta Supernova e acontece na plataforma francesa Shotgun com muita interatividade

Música, performances e videoartes fazem a integração entre arte contemporânea e música eletrônica na Quero Quando Levo, que chega à sua quinta edição no próximo dia 13/12 (domingo) com música entre as 16h e 22h. Amplificar a visibilidade e o protagonismo de mulheres lésbicas e artistas/profissionais LGBTQIA+ de todo o país é um dos focos da festa online. As entradas são gratuitas com contribuições voluntárias, destinadas para a ONG LGBT+MOVIMENTO.

A curadoria é da artista visual e sonora, produtora e DJ carioca Marta Supernova, que também se apresenta. Idealizadora do projeto, ela integra o lineup da noite com seu set onde mescla suas identidades enquanto mulher negra e lésbica. À frente da Quero Quando Levo, ela traz uma trajetória celebrada em eventos marcantes na cena eletrônica, como Gop Tun, o after da Tomorrowland 2020, The Lot Radio x Lapa 55, Baile do Encanto e outros, além de ser host do programa “Todo Mundo Cogita” com a artista Jéssica Senra na rádio online Lapa 55. Participa da Bienal do Mercosul 12 como integrante da articulação coletiva CHAMA com as artistas Ana Lira, Suelen Melo e Libra, faz parte do time de produtores musicais selecionados no projeto Frequências Beck’s e no Festival Novas Frequências.

Supernova divide o comando da festa com a produtora Sabrina Bueno, da Potiá, cuja contribuição para o projeto incluiu uma série de bate-papos realizados após cada evento e disponibilizados no canal de Marta, audiovisualsound. A ideia é facilitar a interação entre as DJs participantes e promover uma rede de contatos para ampliação de possibilidades de trabalho e renda.

Mantendo em mente a ideia dos encontros e interatividade, mesmo que à distância, Quero Quando Levo escolheu a plataforma francesa Shotgun como palco dessa edição. Com foco na troca entre os participantes, com salas exclusivas e recurso Wall of Fame, o evento dá continuidade ao seu já tradicional ambiente amigável e favorável ao flerte. Completam o line up Paula Chalup, Paulete LindaCelva e BBWJU.

Paula Chalup é um expoente de renome na música eletrônica brasileira com turnês mundiais de destaque em seus quase 20 anos de estrada. Residente de eventos como o Rock in Rio, ela mostra suas tracks techno e house.

BBWJU é um dos projetos da designer e stylist carioca Julliana Araújo. Como artista, ela trabalha diferentes plataformas de expressão e narrativa sonora, que a permitem transitar entre live, vocais e DJ set, criando frequências nostálgicas com camadas de irregularidades e experimentações. Sua pesquisa musical atual orbita camadas-texturas presentes no house, vintage house, techno e disco.

Paulete LindaCelva é curadora independente, DJ e apresentadora pernambucana. Acredita na oralidade como veículo condutor e ancestral de saberes. Em 2019, criou o programa de rádio Mote pela Cereal Melodia, além de apresentar desde 2020 o webshow Manas e Monas.

A quinta edição de Quero Quando Levo pode ser acessada em https://shotgun.live/events/292126/stream.

Serviço:

QUERO QUANDO LEVO – 5ª Edição

Dia: 13/12 (domingo)

Horário: 16h às 22h

Onde: https://shotgun.live/events/292126/stream

Grátis

DJs:

Paula Chalup

Paulete LindaCelva

BBWJU

Marta Supernova

Siga Quero Quando Levo:

https://instagram.com/_queroquando_levo

 

Artigo anteriorMais novo submarino norte-americano visita base naval em Itaguaí
Próximo artigoPDT decreta luto pela morte de vereador eleito, Carlos Roberto Boechat
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.