Uma exposição de fotos, na sede da ONU, em Nova Iorque, foi um dos destaques da celebração do Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino, marcado em 29 de novembro.

A exibição “Palestina – a mais universal das causas nacionais” reúne declarações do ator de Hollywood, Richard Gere e dos vencedores do Prêmio Nobel da Paz, Malala Yosafzai, e Nelson Mandela.

Dois Estados

Mandela, por exemplo, afirmou durante um discurso em Pretória, em 1997, que a “liberdade só seria completa quando ocorresse a liberdade do povo palestino”. Para Malala, a educação é fundamental para que as crianças palestinas possam viver livres e seguras.

O ator Richard Gere ressaltou que os israelenses precisam viver em segurança, mas que os palestinos não podem ter uma vida de desespero.

O Dia Internacional em Solidariedade ao Povo Palestino, marcado para o dia 29 de novembro, foi adicionado no calendário da instituição em 1947 ,dia em que a Assembleia Geral adotou a resolução 181 (II), que ficou conhecida como a Resolução para a Partilha, que daria origem ao estabelecimento de dois Estados: um árabe e outro judaico com Jerusalém como um “corpo separado” e sob um regime internacional especial, o que até hoje não aconteceu. A sessão foi presidida, na época, pelo brasileiro Oswaldo Aranha.

Sociedade civil

Este ano, os eventos ocorreram com antecedência por causa do feriado do Dia de Ação de Graças, nos Estados Unidos. Outras sedes da ONU em Genebra, Nairóbi e Viena também comemoram a data.

Em Nova Iorque, o dia começou com uma reunião especial da Assembleia Geral, que contou com a presença do presidente da Casa, Tijjani Muhammad-Bande, e do presidente rotativo do Conselho de Segurança, assim como a do secretário-geral, António Guterres.

Vários representantes de delegações e da sociedade civil também discursaram sobre a Questão Palestina sobre o tema que foi classificado em  várias resoluções da ONU.

Todos os anos, a Assembleia Geral analisa o relatório da Comissão sobre o assunto. O próximo debate começa na terça-feira, 3 de dezembro. A Assembleia deve adotar quatro resoluções sobre o tema.

O Dia Internacional de Solidariedade com o Povo Palestino foi criado em 1977, por uma resolução da Assembleia Geral.

A exibição “Palestina – a mais universal das causas nacionais” deve ficar aberta na sede da ONU até 6 de janeiro.

Artigo anteriorCarlos Alberto Serpa assina roteiro de musical de Natal
Próximo artigoEmbaixadores do GCC se reúnem com a Ministra da Agricultura
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.