Bsb Flash

IMP oferece dicas de Redação para concursos

Temida por muitos candidatos, a prova de redação para concursos da banca Cespe/Cebraspe causa muitas dúvidas. Pensando nisso, o IMP Concursos vai oferecer algumas dicas da especialista em redação Vânia Araújo.

Segundo a especialista, a principal dica para os candidatos é não subestimar jamais a prova de redação. “Infelizmente, no Brasil, a cultura do candidato a concurso, de modo geral, é de valorizar ao extremo as matérias de Direito Constitucional e Administrativo (nos mais diversos certames), de Direito Penal e Processual Penal (no caso das carreiras policiais).  Por isso, sabemos que grande parte consegue gabaritar as questões objetivas, mas muitos obtém resultados pífios na prova de redação – o que compromete a sua classificação.  É necessário que os alunos percebam que os editais estão mudando e muitos já trazem outros conteúdos como estrelas das provas e a língua portuguesa tem sido um desses conteúdos que têm ganhado protagonismo: daí a necessidade de mudar a forma de estudar”, explica.

A apresentação da prova de redação do Cebraspe ocorre da seguinte forma – A Banca apresenta de uma a quatro textos considerados motivadores (que pressupõem o alinhamento das ideias, sem que o candidato reproduza nenhum trecho de forma literal). A partir daí é apresentado ao candidato o tema da redação (assunto sobre o qual gira todo o texto). Seguem-se ao tema os quesitos elencados, os quais podem aparecer de maneira vertical ou linear. Normalmente, a Banca elenca três quesitos, mas, em alguns casos, podem aparecer dois ou quatro.

De acordo com a especialista, os candidatos ainda cometem muitos erros de estrutura gramatical e conteúdo.

“No que tange aos aspectos microestruturais (estrutura gramatical), erros de regência, crase, concordância e uso da vírgula são os mais recorrentes. Em relação aos aspectos macroestruturais (conteúdo), o principal erro é o de fuga parcial ao tema – pelo fato de eles não decifrarem corretamente o comando da prova e, consequentemente, não entenderem a proposta de texto”, afirma.

Ainda segundo Vânia, observar temas de provas anteriores pode ajudar o candidato a estudar. “Quando o candidato confronta os temas cobrados com os respectivos padrões de respostas ele passa a compreender mais claramente a dinâmica de prova do Cebraspe. Além disso, ao praticar os temas já cobrados, ele vai assimilando novos conteúdos e ganhando mais fluidez e eficiência na elaboração de textos”.

Para finalizar, a especialista elencou cuidados básicos ao desenvolver uma boa redação para concursos: 

Dominar a língua portuguesa;

Estar bem informado sobre a atualidade;

Ter o hábito da leitura;

Treinar a produção textual com, pelo menos, um texto por semana;

Aprender a expor as ideias;

Não há uma fórmula mágica para uma redação nota 10, o que existe são técnicas que podem ajudar na hora de escrever;

Não precisa usar termos rebuscados, escreva de forma coerente e ordenada para que o texto tenha fluidez.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

%d blogueiros gostam disto: