Instituições brasileiras recebem prêmio de excelência no uso da geotecnologia

Instituições brasileiras recebem prêmio de excelência no uso da geotecnologia

Instituições brasileiras recebem prêmio de excelência no uso da geotecnologia

ANEEL, ICA e Prefeitura do Rio são os vencedores da premiação realizada no Eu Esri 2021, no dia 29 de setembro

O EU ESRI 2021, maior encontro de usuários do sistema ArcGIS do Brasil, que aconteceu na última semana, dia 29 de setembro, teve uma sessão intitulada ‘O Seu Trabalho no EU ESRI’, onde foram apresentados projetos de destaque de usuários da solução no desenvolvimento das suas empresas e nos serviços à sociedade. Entre eles, três foram selecionados para receber o prêmio de Excelência no Uso do Sistema ArcGIS na Transformação Digital. Os projetos vencedores foram o Mapa da Mulher, da Prefeitura do Rio, o geoprocessamento da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a verificação altimétrica com Model Builder do Instituto de Cartografia da Aeronáutica da Força Aérea Brasileira (ICA).

De acordo com Felipe Seabra, Gerente de Marketing da Imagem Geosistemas, distribuidora oficial da Esri no Brasil, a empresa recebeu mais de 100 projetos de usuários de todo o país, onde a maioria possuía a sustentabilidade como tema central, no âmbito social, ambiental ou econômico. Os especialistas separaram 32 dos projetos, que foram apresentados no evento, sendo nomeados em seguida os três vencedores do prêmio, escolhidos por trazer excelência com temas da atualidade através da solução sustentável da Esri.

No ICA, um dos vencedores, a geotecnologia é utilizada para garantir a segurança no voo, na decolagem, aterrissagem, em voos visuais e por instrumentos das aeronaves na Força Aérea Brasileira. O projeto que recebeu o prêmio foi a utilização do Model Builder do ArcGIS PRO para realizar verificações altimétricas por meio da rotina automatizada. “Dados como altitudes de topo de obstruções são fundamentais para a confecção de cartas aeronáuticas e para a elaboração de procedimentos de navegação aérea. Com a solução do ArcGIS, podemos identificar obstáculos duvidosos de maneira automática, evitando erros humanos e aumentando a confiabilidade dos nossos produtos, assim como a segurança na navegação aérea”, explica o Ten. Filipe José A. Albeny, Chefe da Seção de Cartas Visuais do ICA.

Já a ANEEL mostrou que utiliza o ArcGIS como plataforma de Geoprocessamento para disponibilizar dados cartográficos para o público em geral, como áreas de reservatório, polígonos de áreas declaradas de Utilidade Pública e localização das usinas. “É um sistema desenvolvido pela SGI (Gestão Técnica da Informação) em parceria com a SFG (Fiscalização dos Serviços de Geração) que utiliza a Inteligência Artificial (IA) no monitoramento das obras de Usinas Fotovoltaicas por meio do uso de sensoriamento remoto” conta Pedro Machado, especialista em regulação da ANEEL. Neste ano o projeto adotou o “Deep Learning” no lugar do “Machine Learning”, para ter um sistema diferenciado que permitisse ao SFG acompanhar também as usinas em implantação.

O terceiro vencedor foi o projeto Mapa da Mulher, da Prefeitura do Rio, que faz análises regionais para relacionar informações sociais e estatísticas que garantirão uma melhor implementação de políticas públicas, através das desigualdades existentes nos territórios. O projeto é uma iniciativa da Secretaria Especial de Políticas e Promoção da Mulher (SPM-Rio) e atua em diferentes escalas territoriais com o objetivo de combater a violência e promover as mulheres do Rio de Janeiro. “O ArcGIS permite o diagnóstico, para mapear evidências que direcionam os recursos disponíveis para as políticas certas e para os locais mais vulneráveis, a participação cidadã, com o objetivo de discutir os problemas da cidade e elaborar soluções, e a transparência, com a disponibilização de informações em dados abertos”, comenta Joyce Trindade, secretária de Políticas e Promoção da Mulher.

O maior reconhecimento nacional no uso de geotecnologias deve servir de inspiração para líderes interessados em aplicar o GIS e o Location Intelligence em seus projetos e empresas. Na visão dos vencedores, o prêmio traz a confirmação de que estão no caminho certo, com busca pela excelência dos resultados, produtividade, confiabilidade e segurança, aliados a características inovadoras e sustentáveis. Para a secretária da Prefeitura do Rio, esse reconhecimento também é importante para fortalecer e promover o uso de geotecnologias e ferramentas de gestão de dados na tomada de decisão, sobretudo se relacionadas ao desenvolvimento de políticas públicas.

Sobre a Imagem (www.img.com.br): Empresa brasileira líder em Soluções de Inteligência Geográfica, fundada em 1986, é a distribuidora oficial e exclusiva do ArcGIS, plataforma desenvolvida pela gigante norte-americana Esri. Apoia empresas e governos na transformação de dados em conhecimento através de tecnologias que solucionam problemas de negócios. A Imagem conta com uma equipe formada por 250 profissionais, sediada em São José dos Campos/SP e possui escritórios comerciais em São Paulo, Ribeirão Preto, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Porto Alegre.

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

Preços de apartamentos em Goiânia valorizam acima da inflação em setembro

Leia a seguir

Dia do Empreendedor: Conheça os livros, filmes e séries que estimulam a mentalidade empreendedora de 18 líderes brasileiros

outubro 16, 2021