Mostra Terry Gilliam – O Onírico Anarquista
cinema Cultura

Mostra Terry Gilliam – O Onírico Anarquista

Mostra Terry Gilliam – O Onírico Anarquista

Mostra “Terry Gilliam – O Onírico Anarquista” chega ao cinema do CCBB com entrada franca

MOSTRA TERRY GILLIAM – O ONÍRICO ANARQUISTA

Cultuado diretor é alvo de importante retrospectiva no CCBB Brasília, de 22 de março a 17 de abril

E atividades paralelas on-line com debate, palestra, aula magna e sessões de acessibilidade estão na extensa grade de programação

O Centro Cultural Banco do Brasil Brasília recebe, de 22 de março a 17 de abril, a mostra Terry Gilliam – o onírico anarquista, a mais abrangente retrospectiva realizada no Brasil sobre o diretor, ator e animador americano naturalizado inglês, e que integrou o importante grupo de humor Monty Python. Além das 28 produções em sessões presenciais, em formato digital, também acontecerão atividades paralelas em formato on-line, e a exibição on-line de 2 filmes com recursos de acessibilidade – toda a programação será gratuita. O evento já passou pelo CCBB Rio de Janeiro (5 a 31 de janeiro) e passará pelo CCBB de São Paulo (30 de março a 25 de abril).

Sob curadoria do diretor, produtor, roteirista, escritor e crítico de cinema Eduardo Reginato e do cineasta e editor Christian Caselli, a mostra vai contar a história cinematográfica de Terry Gilliam, de 81 anos – um panorama completo pelos icônicos filmes como “Brazil – o Filme” (1985), “Os doze Macacos” (1995) e “Monty Python em Busca do Cálice Sagrado” (1975), que se juntam aos curtas “Storytime” (1968), “O Milagre do Vôo” (1975) e “The Wholly Family” (2011), entre outros. Documentários assinados por diferentes diretores sobre Terry Gilliam completam a programação. A mostra traz ainda um catálogo especial onde cada autor escreveu um texto por filme – a publicação é a primeira no Brasil em língua portuguesa, e está disponível gratuitamente para download em https://ccbb.com.br/brasilia, assim como a programação da mostra. A produção é da BLG Entretenimento.

Terry Gilliam é um dos mais cultuados criadores de sonhos e pesadelos no mundo do cinema, uma lenda da cultura pop, um dos realizadores cinematográficos mais cultuados desde o início dos anos 1980, um dos mestres da animação experimental desde o final dos anos 1960 e, por fim, um dos integrantes – o único americano – do grupo inglês de humor Monty Python. Seu trabalho é uma visão assustadora, hilária, dramática, poética e arrebatadora de um mundo carregado de realismo fantástico, flanando entre distopias, loucura, poesia, amor e destruição.

Segundo Eduardo Reginato, Gilliam é fascinado pelo período Barroco por conta da pronunciada luta entre espiritualidade e ecletismo dicotômico. A partir disso, seu cinema é dado a justaposições incongruentes de beleza e fealdade ou antiguidade e modernidade. “Os filmes de Gilliam têm uma aparência distinta, não apenas em mise-en-scène, mas ainda na fotografia para criar uma atmosfera surreal de inquietação psicológica e um mundo fora de equilíbrio, sendo frequentemente usados ângulos incomuns de câmera. O famoso crítico americano Roger Ebert disse que o mundo de Gilliam é sempre alucinatório em sua riqueza de detalhes”, explica.

As influências barrocas não são apenas teóricas; o cinema de Terry Gilliam é o cinema do gigantismo. “São imensos cenários, uma arquitetura abrangente, decadente e opressora, são essas as representações fílmicas de Gilliam: dos sistemas infinitos e burocráticos, das instituições que aniquilam a liberdade do indivíduo, mas onde o indivíduo ainda tem uma última possibilidade de sonhar ou lutar tentando destruir um sistema autocrático”, diz Christian Caselli.

ATIVIDADES PARALELAS ON-LINE

TERRY GILLIAM – O ONÍRICO ANARQUISTA

 

Sessão gratuita e on-line:

28 de março – segunda-feira

Os Bandidos do Tempo – disponíveis on-line de 28 de março, às 13h, até 17 de abril, às 23h59 – 116 minutos – Livre

O acesso é gratuito via plataforma Wurlak.com.br.

Para assistir ao filme é só acessar o endereço da plataforma e clicar na imagem do cartaz do filme. Não é preciso cadastro. Acesso gratuito.

 

Palestra

02 de abril – sábado

15:00 – Palestra O PASSADO, A ILUSÃO E O SENTIDO: A NOSTALGIA NO CINEMA DE TERRY GILLIAM – palestrante Laura Loguercio Cánepa –  evento on-line – 90 minutos

Professor: Laura Loguercio Cánepa

Data e horário: 02 de abril, às 15h

Carga horária: 90 minutos

Classificação indicativa 14 anos

Evento gratuito e on-line.

Inscrições a partir de 22 de março pela plataforma Sympla: sympla.com.br/produtor/blgentretenimento

 

Sinopse: Os filmes de Terry Gilliam parecem existir em um mundo de fantasia particular, alimentado por algumas obsessões como o apreço pelos seres mitológicos, por tropos do mundo medieval e pela figura literária de Don Quixote. Desde a busca pelo Cálice Sagrado até O Homem Que Matou Don Quixote, o cineasta perseguiu uma visão singular e intransigente que o levou a batalhas lendárias contra gigantes representados por financiadores,mas também pelo próprio destino, que nem sempre foi generoso com seus projetos. O objetivo da palestra “A nostalgia no cinema de Terry Gilliam” será observar o teor nostálgico de certas obsessões apontadas no cinema de Gilliam. Desejamos sugerir que essa nostalgia busca recuperar certa ilusão de conforto, felicidade e plenitude atribuída pelo diretor a um passado (pessoal, familiar, histórico) no qual o mundo, mesmo quando retorcido por suas lentes surrealistas,ainda não havia perdido o sentido.

 

Sobre a palestrante:

Laura Loguercio Cánepa

Laura Loguercio Cánepa é Coordenadora e Docente do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi. É Doutora em Multimeios pelo IAR-Unicamp (2008), Mestre em Ciências da Comunicação pela ECA-USP (2002) e graduada em Jornalismo pela FABICO-UFRGS (1996). Concluiu, em 2014, Pós-Doutorado no Departamento de Cinema, Televisão e Rádio da ECA-USP. Em 2019, foi pesquisadora visitante na School of Languages, Cultures and Societies da Universidade de Leeds, no Reino Unido. É membro da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (Intercom) e da Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual

(SOCINE). É editora executiva da Insólita – Revista Brasileira de Estudos Interdisciplinares do Insólito, da Fantasia e do Imaginário.

 

Debate

09 de abril – sábado

19:30 – Debate CORES, ARTE E FIGURINO NA OBRA DE TERRY GILLIAM, mediação Eduardo Reginato com os debatedores Rafael Coutinho e Sergio Alpendre – Evento on-line – 90 min.

 

Mediação: Eduardo Reginato

Debatedores: Rafael Coutinho e Sergio Alpendre

Data e horário: 09 de abril, às 19h30

Carga horária: 90 minutos

Classificação indicativa livre

Evento gratuito e on-line.

Exibição via canal do Youtube da BLG Entretenimento

 

Conteúdo:

Debate sobre a direção de arte, desenho de produção e figurinos dos filmes de Terry Gilliam. As influências artísticas e os colaboradores que contribuíram para que o cinema de Terry Gilliam seja uma espetacular experiência visual.

Sobre os debatedores:

Rafael Coutinho

Rafael Coutinho é quadrinista, artista plástico e editor. Nascido em São Paulo em 1980, se formou em Artes Plásticas pela UNESP em 2004. Como autor,  é conhecido pelos livros Cachalote, parceria com o escritor Daniel Galera (Quadrinhos na Cia – 2010), O Beijo Adolescente 1, 2 e 3 (ed. Cachalote) e As Aventuras do Barão de Munchausen (ilustrador, Cosac Naify – 2014) e Forrest Gump (Ed. Aleph – 2016). Em 2017 lançou os livros Mensur (Quadrinhos na Cia) e Modo Avião (Lote42).

Sergio Alpendre

Crítico de cinema, professor, pesquisador, curador e jornalista. Escreve na Folha de S. Paulo desde 2008. Doutor em Comunicação/Cinema pela Universidade Anhembi-Morumbi. Mestre em Meios e Processos Audiovisuais pela ECA — USP. Edita a Revista Interlúdio (www.revistainterludio.com.br) e o blog de cinema sergioalpendre.com. Foi coordenador do Núcleo de História e Crítica da Escola Inspiratorium (de 2011 a 2017). Foi curador da edição de 2014 do festival FICBIC — Festival Internacional de Cinema da Bienal de Curitiba. Foi redator do Roteiro Cinesesc, de janeiro a março de 2015. Foi oficineiro do programa Pontos MIS (de 2012 a 2015). Fundou e editou a Revista Paisà, publicação impressa de cinema (de 2005 a 2008).

Curso

11 de abril – segunda-feira

19:00 – Curso A IMAGINAÇÃO DE TERRY GILLIAM: PARTE 1 – professor Eduardo Reginato – evento on-line – 120 min.

12 de abril – terça-feira

19:00 – Curso A IMAGINAÇÃO DE TERRY GILLIAM: PARTE 1 – professor Eduardo Reginato – evento on-line – 120 min.

Professor: Eduardo Reginato

Data e horário: 11 e 12 de abril, às 19h

Carga horária: 2 encontros de 120 minutos cada

Classificação indicativa 14 anos

Evento gratuito e on-line.

Inscrições a partir de 22 de março pela plataforma Sympla: sympla.com.br/produtor/blgentretenimento

Conteúdo:

A Ficção Científica e o Realismo Fantástico – história e conceitos gerais. As influências filosóficas, literárias e cinematográficas de Terry Gilliam da primeira infância à maturidade – parte 1.

Filmes com recursos de acessibilidade  exibição on-line: AS AVENTURAS DO BARÃO DE MÜNCHAUSEN e OS IRMÃOS GRIMM

As aventuras do Barão de Münchausen – legenda descritiva

Os irmãos Grimm – dublado em português e com audiodescrição

 

Disponíveis on-line de 11 de abril, às 13h, até 17 de abril, às 23h59.

O acesso é gratuito via plataforma Wurlak.com.br.

 

Para assistir aos filmes é só acessar o endereço da plataforma e clicar na imagem do cartaz do filme escolhido. Não é preciso cadastro. Acesso gratuito.

 

As Aventuras do Barão de Münchausen – áudio em inglês com legenda descritiva em português

The Adventures of Baron Munchausen, 1988, ING/ITA/ALE/EUA, 126min, cor

Direção: Terry Gilliam

Elenco: John Neville, Eric Idle, Jonathan Pryce, Sarah Polley, Robin Williams, Uma Thurman

Sinopse: O filme conta as fantásticas histórias do Barão de Münchausen, o maior mentiroso de todos os tempos. Enquanto tenta escapar da morte para encontrar seus amigos com habilidades especiais e salvar a cidade de Viena do ataque dos turcos, o Barão relembra uma inusitada aposta com um Califa, a visita à Lua, a dança com a deusa Afrodite, entre outras aventuras. Classificação: Livre.

 

Os irmãos Grimm – dublado em português e com audiodescrição

The Brothers Grimm, 2005, TCH/EUA,118min, cor

Direção: Terry Gilliam

Elenco: Matt Damon, Heath Ledger, Jonathan Pryce, Lena Headey, Mackenzie Crook

Sinopse: Wilhelm e Jacob são dois irmãos famosos pelos seus contos de fada, repletos de personagens mágicos. Eles percorrem a Europa comandada por Napoleão Bonaparte enfrentando monstros e demônios falsos em troca de dinheiro rápido. Porém, quando as autoridades francesas descobrem o plano deles, os colocam para enfrentar uma maldição real em uma floresta encantada, na qual meninas desaparecem misteriosamente. Classificação: Livre.

 

Sobre os curadores:

Eduardo Reginato – curador, mediador do debate, professor curso, palestrante. Diretor, produtor, roteirista, escritor e crítico de cinema. É mestre e doutorando em Literatura pela Universidade Federal Fluminense, pesquisando cinema e literatura fantástica, de horror e fantasia. Foi diretor e roteirista do programa Cinema Mundo (2006) do extinto canal Cine Brasil TV). Foi um dos curadores das mostras Bertrand Blier e a Comédia da Provocação (2017) na Caixa Cultural SP, Mel Brooks – Banzé no Cinema (2020), Estúdio Hammer – A Fantástica Fábrica de Horror (2021) no CCBB, entre outras.

Christian Caselli – curador, mediador do debate, palestrante. Cineasta, editor e curador. Ganhou retrospectivas de sua obra em 2005 e 2015 em Portugal, em 2013 no Peru e em vários festivais do Brasil. Acumula mais de 10 prêmios e seu curta mais conhecido é “O Paradoxo da Espera do Ônibus”, de 2007. Trabalhou na edição e videografismo em documentários sobre o cantor Serguei e os cineastas Neville de Almeida, Ivan Cardoso e Luiz Rosemberg Filho. Para a TV, dirigiu as séries “Trash!” e “Cinema de Bordas” (Canal Brasil). Participa dos festivais Mostra do Filme Livre, Maranhão na Tela e Festival Curta o Curta.

 

PROGRAMAÇÃO

MOSTRA TERRY GILLIAM – O ONÍRICO ANARQUISTA

CCBB BRASÍLIA

 

22 de março – terça-feira

17:00 – The do-it-yourself animation show + Curtas-metragens (Storytime; O milagre do vôo; The crimson permanent assurance; Wholly family; A lenda de Hallowdega) – 93 min – 14 anos

19:30 – E agora para algo completamente diferente – 88 min – 12 anos

 

23 de março – quarta-feira

19:30 – Jabberwocky, um herói por acaso – 105 min – 14 anos

 

24 de março – quinta-feira

19:30 – Monty Python em busca do cálice sagrado – 91 min – 12 anos

 

25 de março – sexta-feira

19:30 – Os 12 macacos – 129 min – 14 anos

 

26 de março – sábado

17:00 – Os bandidos do tempo – 116 min – Livre

19:30 – O pescador de ilusões – 137 min – 14 anos

 

27 de março – domingo

17:00 – Monty Python’s flying circus – Terry Gilliam’s personal best  + Monty Python and holy grail: Revisited (documentários) – 73 min – Livre

19:00 – Monty Python – O sentido da vida – 107 min – 14 anos

 

28 de março–segunda-feira

Programação online: Os Bandidos do Tempo – disponível on-line de 28 de março, às 13h, até 17 de abril, às 23h59 – 116 minutos – Livre

 

29 de março – terça-feira

19:30 – Contraponto – 120 min – 14 anos

 

30 de março – quarta-feira

19:30 – Os Irmãos Grimm – 118 min – Livre

 

31 de março – quinta-feira

17:00 – O teorema zero – 107 min – 14 anos

19:30 – O homem que matou Dom Quixote – 132 min – 14 anos

 

01 de abril – sexta-feira

19:30 E agora para algo completamente diferente  – 88 min – 12 anos

 

02 de abril – sábado

15:00 – Palestra O PASSADO, A ILUSÃO E O SENTIDO: A NOSTALGIA NO CINEMA DE TERRY GILLIAM – palestrante Laura Loguercio Cánepa –  evento on-line – 90 minutos

17:00 – Jabberwocky, um herói por acaso – 105 min – 14 anos

19:30 – Monty Python – O sentido da vida – 107 min – 14 anos

 

03 de abril – domingo

17:30 – Life of Python (documentário) – 45 min – 12 anos

19:00 – Monty Python em busca do cálice sagrado – 91 min – 12 anos

 

05 de abril – terça-feira

19:30 – The do-it-yourself animation show + Curtas-metragens (Storytime; O milagre do vôo; The crimson permanent assurance; Wholly family; A lenda de Hallowdega) – 93 min – 14 anos

 

06 de abril – quarta-feira

19:30 – Os bandidos do tempo – 116 min – Livre

 

07 de abril – quinta-feira

17:00 – Medo e delírio – 116 min – 14 anos

19:30 – Teorema zero – 107 min – 14 anos

 

08 de abril – sexta-feira

17:00 – O mundo imaginário do Doutor Parnassus – 123 min – 12 anos

19:40 – Brazil, o filme  – 123 min – 14 anos

09 de abril – sábado

16:00 – O homem que matou Dom Quixote – 132 min – 14 anos

19:00 – As aventuras do Barão de Münchausen – 126 min – Livre

19:30 – Debate CORES, ARTE E FIGURINO NA OBRA DE TERRY GILLIAM, mediação de Eduardo Reginato com os debatedores Rafael Coutinho e Sergio Alpendre – Evento on-line – 90 min.

 

10 de abril – domingo

18:00 – Getting Gilliam (documentário) – 45 min – 14 anos

19:30 – Contraponto – 120 min – 14 anos

 

11 de abril – segunda-feira

Sessões inclusivas: AUDIODESCRIÇÃO – OS IRMÃOS GRIMM – 118 min. – disponíveis on-line de 11 de abril, às 13h, até 17 de abril, às 23h59

Sessões inclusivas: LEGENDA DESCRITIVA – AS AVENTURAS DO BARÃO DE MÜNCHAUSEN – 126 min. – disponíveis on-line de 11 de abril, às 13h, até 17 de abril, às 23h59

19:00 – Curso A IMAGINAÇÃO DE TERRY GILLIAM: PARTE 1 (aula 1) – professor Eduardo Reginato – evento on-line – 120 min.

 

12 de abril – terça-feira

19:00 – Curso A IMAGINAÇÃO DE TERRY GILLIAM: PARTE 1 (aula 2) – professor Eduardo Reginato – evento on-line – 120 min.

19:30 – The madness and misadventures of Münchausen (documentário) – 73 min – Livre

 

13 de abril – quarta-feira

19:30 – O pescador de ilusões – 137 min – 14 anos

 

14 de abril – quinta-feira

18:00 – The battle of Brazil: A video history (documentário) – 60 min – 12 anos

19:40 – Medo e Delírio – 116 min – Livre

 

15 de abril – sexta-feira

17:00 – O mundo imaginário do Doutor Parnassus – 123 min – 12 anos

19:30 – As aventuras do Barão de Münchausen – 126 min – Livre

 

16 de abril – sábado

16:30 – Os 12 macacos – 129 min – 14 anos

19:30 – Brazil, o filme  – 123 min – 14 anos

 

17 de abril – domingo

17:00 – Perdido em La Mancha (documentário) – 90 min – 12 anos

19:30 – Os Irmãos Grimm – 118 min – Livre

 

Serviço:

Terry Gilliam – o onírico anarquista

Local: CCBB Brasília (Setor de Clubes Sul – Trecho 2 – Lote 22)

Programação presencial: Cine CCBB

Programação on-line: blgentretenimento.com.br/terrygilliamdf

Data: 22 de março a 17 de abril.

Classificação indicativa: Confira na programação da mostra em bb.com.br/cultura

Entrada franca

Ingressos: Os ingressos gratuitos serão disponibilizados no app ou site da Eventim no dia da sessão, a partir das 9 horas. Até 2 (dois) ingressos por CPF.

Lotação: 70 lugares.

Confira as normas de visitação e segurança referentes à COVID-19 no site www.bb.com.br/cultura e na emissão do ingresso.

Informações: (61) 3108-7600 ou pelo e-mail ccbbdf@bb.com.br