ONG Brasileira e CETESB assinam protocolo para melhorar a qualidade do ar na Amazônia
Acordo foi assinado durante a COP 25, em Madrid, com o objetivo de combater a poluição e monitorar a qualidade do ar no Amazonas
A Fundação Amazonas Sustentável e a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB) assinaram um protocolo de intenções para melhorar a qualidade do ar e a gestão de resíduos sólidos no Amazonas.
A CETEST é a maior organização governamental brasileira de controle do ar. A assinatura aconteceu durante a COP 25, a conferência da ONU sobre mudanças climáticas, em Madrid, na Espanha.
“Esse acordo é de extrema importância porque estabelece ações concretas para comabter a poluição e monitorar a qualidade do ar no Estado”, reforçou Virgílio Viana, Superintendente-geral da FAS.

Sobre a FAS
A Fundação Amazonas Sustentável (FAS) é uma organização brasileira sem fins lucrativos e sem vínculos político-partidários que tem por missão fazer a floresta valer mais em pé do que derrubada, promovendo ações de desenvolvimento sustentável e de melhoria de qualidade de vida dos povos que vivem na floresta. Por meio de programas e projetos, a FAS impacta a vida de cerca de 40 mil pessoas em 16 Unidades de Conservação do Estado, em cooperação com a Sema e apoio do Fundo Amazônia/BNDES, Samsung, Bradesco e Coca-Cola.

Artigo anteriorSurreal apresenta resultados de projeto social
Próximo artigoCasas Dudu Bar celebram a chegada de 2020
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.