O presidente nacional do PDT e ex-deputado federal, Carlos Lupi, explicou que ” a imunidade parlamentar e a liberdade de expressão apresentam limites constitucionais e não autoriza ameaças, ofensas e fake news “, como as preferidas pelo parlamentar Daniel Silveira(PSL -Rio), que atacou o STF e foi preso na última terça (e teve a prisão ratificada).

“Foi de uma violência, de uma agressão gratuita, que não é permitido a ninguém no exercício do seu mandato fazê-lo. O Supremo é a mais alta Corte do país, o guardião da Constituição. Sou completamente favorável a esse ato da prisão, que deu uma demonstração clara da ordem constituída e quem é a autoridade maior desse país”- afirmou Lupi .

O PDT, em conjunto com mais cinco partidos, PSB, Solidariedade, Cidadania, PC do B e PSOL, protocolou no Conselho de Ética da Câmara uma representação para cassação do mandato do deputado Daniel Oliveira, por quebra de decoro parlamentar.

Artigo anteriorCentro do Rio passa por crise sem precedentes
Próximo artigoRio de Mãos Dadas
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.