Pedidos por delivery aumentam 30% durante as chuvas

Hamburguerias investem no segmento e lucram com entregas

A tecnologia mudou o jeito das pessoas consumirem. Uma prova disso é o aumento dos pedidos por delivery, principalmente em dias chuvosos.Os brasilienses têm preferido ficar no conforto de casa e apostam na facilidade dos aplicativos, que atraem a clientela com um leque de variedade e descontos. Além disso, é uma ótima aposta para os restaurantes, pois segundo a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (ABRASEL), o segmento de entregas via app faturou cerca de R$11 bilhões em um ano, ou seja, gira cerca de 1 bilhão por mês.

Este aumento refletiu consideravelmente nos pedidos da hamburgueria O Concorrente (CLN 409). O empresário e sócio operacional André Hallanne explica que houve uma alta de 30% nos pedidos feitos por aplicativos. “Desde que as chuvas começaram no DF, as pessoas tem preferido ficar em casa e acionar o delivery”, afirma.

Os dados também são um reflexo da maneira de consumo, pois de acordo com a Associação Brasileira de Franchising, os brasileiros gastam cerca de 25% da sua renda comendo refeições fora de casa.

“A maioria dos pedidos por app são feitos durante a semana. As pessoas chegam do trabalho cansadas e querem comer alguma coisa gostosa, curtir algo com a família. E o delivery oferece justamente esta facilidade”, diz André.

O Concorrente

Endereço: CLN 409 BL B loja 1 – Asa Norte

Horário de funcionamento: segunda a sábado, das 12h às 23h45.

Domingo das 12h às 23h.

Telefone: (61) 99674-7272

Siga: @oconcorrente

Artigo anteriorEncontro Pet vai movimentar o Natal
Próximo artigoConfra: Parrilla Beer aposta em pacotes exclusivos 
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.