Bsb Flash

programa ccbb educativo – arte e educação – janeiro

Atividades presenciais e online compartilham cultura, informação, arte e diversão

O CCBB Educativo dá boas-vindas a 2021 com muita energia e positividade, com uma programação estimulante que traz opções de atividades presenciais e online para um público diverso. Com quatro encontros presenciais e um digital, o Lugar de Criação é a pedida para crianças e seus familiares. A exposição “Acervos do Brasil”, do Museu Banco do Brasil, também poderá ser visitada, com toda segurança através das Visitas Mediadas e Visitas Mediadas com Libras. Vários convidados compartilham os seus conhecimentos ao longo do mês em atividades digitais. Mariana Souza aborda “O cinema feminino e a escrita crítica de cinema brasileiro” (Laboratório de Crítica-Digital); Fernando Leme e Guilherme Fogagnoli  convidam o público para “Danças, dançar” (Múltiplo Ancestral-Digital); Kau Clarke e Fred Behrends ministram o curso “Educação e Natureza” (Transversalidades-Digital);  Giulia Vilela Giovani revela e comenta a obra de IVAN SERPA (Com a Palavra-Digital); Ricardo Mehedff fala sobre o seu trabalho em “A Produção de Trailer no Cinema” (Processos Compartilhados-Digital).

Mensalmente, o CCBB Educativo – Arte & Educação oferece visitas educativas, cursos, oficinas, encontros e práticas culturais. As atividades dialogam com a programação do CCBB e destinam-se a todos os públicos, com ações inclusivas e afirmativas para estreitar as relações com a comunidade escolar, educadores, pessoas com deficiência, famílias, organizações não-governamentais, movimentos sociais, profissionais dos campos da arte, cultura e interessados.

Neste momento, em que protocolos especiais de visita e permanência são necessários para a segurança de todos, frente ao COVID 19, as atividades presenciais têm número de participantes reduzidos e regras para agendamento/participação. Por outro lado, a programação digital traz uma nova abrangência, possibilitando acesso de públicos de todo o território nacional.

Programação completa no site: www.ccbbeducativo.com

LUGAR DE CRIAÇÃO – 02/01- 09/01- 16/01- 22/01- 23/01- 30/01

Todos os sábados, atividades artísticas de criação e mediação cultural visando o convívio e o diálogo com as artes e temáticas atuais, em vivências que acolhem crianças, jovens e adultos.

Às 15h00

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 3 anos

Capacidade: 4 grupos (núcleos familiares) de até 6 pessoas cada.

Ingressos gratuitos: serão disponibilizados no site eventim.com.br ou em www.ccbbeducativo.com, a partir das 9h do dia da atividade.

02/01– Oficina de Artes

Exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.

09/01 – Oficina de Histórias

Encontros de leitura mediada de livros ilustrados, seguidos pela criação de narrativas de invenção com imagens e textos reunidos em publicações artesanais.

16/01 – Oficina de Saberes

Encontros de produção de narrativas a partir dos imaginários culturais dos participantes, em diálogo com a cidade onde vivem e as exposições em cartaz.

22/01-LUGAR DE CRIAÇÃO (Digital) – “A Escala de Cores da Minha Casa”

Nessa proposição digital, serão descobertas as cores das casas de alguns artistas e dos próprios participantes, a partir da arquitetura, dos objetos e ao redor.

Às 10 h

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Acesso: www.ccbbeducativo.com

23/01 – Jogos de Arte

Encontros voltados à criação em artes, explorando brincadeiras e jogos de criação que envolvem estratégias das artes visuais, teatro, música, práticas corporais e escrita.

Dia 30 – Oficina de Artes

Exercícios de experimentação de materiais, sons e movimentos em processos artísticos voltados à criação de imagens.

09/01– DATA COMEMORATIVA – Dia do Fotógrafo

Às 10 horas

Duração: 1h

Classificação indicativa: a partir de 5 anos.

Capacidade: Capacidade: 4 grupos (núcleos familiares) de até 6 pessoas cada.

Ingressos gratuitos: serão disponibilizados no site eventim.com.br ou em www.ccbbeducativo.com, a partir das 9h do dia da atividade.

Sinopse: Prática e fotografia em diálogo com a arquitetura, a memória e o patrimônio. Uma oficina de produção de imagens a partir dos detalhes dos prédios dos CCBB Brasília, onde os participantes conhecerão mais sobre questões técnicas da fotografia: enquadramento, exposição de luz – abertura e velocidade. Os exercícios serão conduzidos com o uso dos celulares dos participantes.

VISITAS MEDIADAS EM JANEIRO

Visitas à exposição permanente “Acervos do Brasil”, do Museu Banco do Brasil e ao Centro Cultural Banco do Brasil Brasília. O público pode escolher entre três propostas de visitas em diferentes dias e horários.

Todos os roteiros têm duração prevista entre 40 e 60 minutos.

Capacidade: 6 pessoas (mediante agendamento prévio pela internet, www.ccbbeducativo.com )

Classificação indicativa: a partir de 5 anos.

Visita 1: qua, qui, sab, dom – 12h

O Centro Cultural Banco do Brasil e a cidade de Brasília

Um percurso para conhecer a história do CCBB em Brasília, explorando aspectos do Modernismo brasileiro, a arquitetura e paisagismo de suas instalações em diálogo com a cidade, em contato com artistas e obras que integram seus espaços que constituem um importante patrimônio das artes e cultura no país.

Visita 2: ter 12h / ter, qua, sex 18h

Percursos da história do Brasil no Museu do CCBB

Visita que percorre as exposições do Museu Banco do Brasil no CCBB Brasília, abordando a trajetória do Brasil a partir da história do Banco do Brasil, destacando personalidades e objetos de seu rico acervo de arte e cultura nacional que atravessaram séculos até os dias atuais.

Visita 3: sex 12h / qui (libras), sab (libras), dom 18h

Arte Brasileira no acervo do CCBB Brasília

Conversas sobre Arte Brasileira no Acervo do CCBB, explorando pinturas, gravuras, desenhos,esculturas, fotografias e objetos, com destaques para a produção de artistas de todo o país, como Caribé, Tomie Ohtake, Athos Bulcão, Anita Malfatti, Maria Bonomi e outros.

ATIVIDADES ONLINE

14/01– LABORATÓRIO DE CRÍTICA (Digital)– “O cinema feminino e a escrita crítica de cinema brasileiro”, com Mariana Souza

Às 14h

Duração: 4h

Capacidade: 100 vagas

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Acesso: Evento gratuito. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Laboratório de crítica e reflexão sobre arte, incluindo a esfera do jornalismo cultural, memória e patrimônio, a partir das programações de mais destaque. Visa a continuidade de uma plataforma consolidada pelo programa de diálogo com estudantes de arte, jornalismo, curadoria e história.

Sinopse: Neste encontro, Mariana irá compartilhar o trabalho das mulheres negras, indígenas e LGBTs no cinema brasileiro contemporâneo e os processos de revisão das imagens canônicas.

Sobre a convidada: Mariana Souza foi curadora do “II FINCAR – Festival Internacional de Cinema de Realizadoras”, do “III Palco Preto e crítica de cinema”, integrou o “Janela Crítica” no “X Janela Internacional de Cinema do Recife” e participou do “III Talent Press Rio”, escrevendo críticas cinematográficas dentro da programação do “Festival do Rio”. Estudante de cinema na Universidade Federal de Pernambuco, pesquisa gênero, raça, sexualidade e direitos. Sua crítica “A Febre Crônica da América” foi publicada no catálogo “ Acorde! O Cinema de Spike Lee”, em 2018

16/01- MÚLTIPLO ANCESTRAL (Digital) - “Dançar, dançar”, com Fernando Leme e Guilherme Fogagnoli

Às 10h (lançamento)

Classificação indicativa: a partir de 3 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Acesso: www.ccbbeducativo.com

O Múltiplo Ancestral são trocas ligadas a diferentes saberes e práticas culturais, articulando a memória e o patrimônio. Alia a tradição oral, o afeto e olhares sobre o material e imaterial, fortalecendo a relação do sujeito com a diversidade. Produção de um episódio mensal em vídeo sobre saberes ancestrais, contação de histórias, brincadeiras e cantigas.

Sinopse: O Múltiplo Ancestral de janeiro é música!  A canção inédita “Dançar, dançar” produzida para o CCBB Educativo, é uma homenagem a uma das maiores expressões culturais do Brasil: a dança. Com toda a sua diversidade e pluralidade, em ritmos propriamente brasileiros como o samba, o forró, o maracatu, a dança é uma manifestação democrática independente de raça e presentes em todas as regiões do país. Música e Letra: Fernando Leme. Edição audiovisual: Guilherme Fogagnoli.

Sobre os convidados: Fernando Leme é graduado no curso de Artes Cênicas pela Unicamp. Ator e diretor de teatro com mais de 20 peças no currículo. Apresenta sólido trabalho como músico.  Cantor e compositor com trilhas para teatro e cinema. Atua também como professor de artes, teatro e música. Guilherme Fogagnoli é videomaker e artista visual. Iniciou a carreira como editor de cinema e vídeo e produziu seus próprios curtas-metragens, videoclipes de bandas e artistas renomados no mercado nacional e documentários. Após uma temporada de trabalho com produção de arte, tecnologia e interatividade, migra para a vídeo arte e o live cinema. Funda em parceria com outros artistas os coletivos SUBMAGEM, V-DOC e MoMa AV, sempre trabalhando com a imagem editada ao vivo em função da música.

20/01-TRANSVERSALIDADES (Digital)- “Educação e Natureza”, com Kau Clarke e Fred Behrends

Às 19h

Duração: 2h

Capacidade: 500 vagas

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Acessível em Libras

Inscrições: www.ccbbeducativo.com

Curso para professores e educadores, com módulos independentes, que aborda temas transversais aos campos da educação e da arte, conectando as questões presentes nas exposições às urgências e reflexões cotidianas. Ministrado por profissionais convidados de áreas diversas, conta com intérprete de Libras e tem entre seus temas as práticas artísticas, pedagógicas e sociais, a memória, a produção de subjetividades, de territórios e de patrimônios.

Sinopse: Kau Clark é educadora e vem investigando sobre como a educação e o autoconhecimento estão inter relacionados. Depois de fazer um caminho tradicional, há mais de 7 anos passou a integrar a Comunidade Inkiri, referência em Ecovilas no Brasil e no mundo. Uma das criadoras da Pedagogia Inkiri, e atualmente Diretora Pedagógica da Escola Inkiri. Cursa a pós-graduação “Educação Transformadora” pela PUC-RS. Co-criou a Imersão da Escola Inkiri. Se aprofundou na Escola de Leitura da Aura, tendo se formado como terapeuta de leitura da aura e professora de meditação das rosas. Nesses anos veio adquirindo conhecimentos sobre Reiki, Dragon Dreaming, Sociocracia e se formou pelo Gaia Education e atualmente tem se dedicado na investigação da Comunicação Não-Violenta (CNV). Se aprofundou no estudo de autoconhecimento pela Escola Caminho do coração: Vivencial nível 1 e também nível 2. Kau Clark se formou inicialmente em Direito pela PUC-RJ.

Fred Beherends, é educador, coordenador da Escola Inkiri, co-criador da pedagogia Inkiri e co-criador da Formação Escola Inkiri e do Curso Online Educação Consciência. Foi diretor e é sócio da escola Amigos do Verde em Porto Alegre. Tem várias formações interdisciplinares como Design de Permacultura, Dragon Dreaming, CNV, Caminho do Coração entre outros. É membro da Comunidade Inkiri desde 2016 e encontrou aqui uma forma de viver mais de acordo com o que acredita, mais conectado com seu propósito: educação, natureza e vida em comunidade. Nas suas horas vagas adora surfar, cantar mantras, plantar e é fascinado pelos micromundos dos terrários.

Encontro em formato webinar na plataforma Zoom.

26/01- COM A PALAVRA (Digital) – IVAN SERPA com Giulia Vilela Giovani

Às 10h (lançamento)

Classificação indicativa: a partir de 10 anos

Local: redes do CCBB e site do CCBB Educativo

Visitas para o público espontâneo, realizadas por especialistas ou profissionais referências em temas diversos, a cada nova exposição. Aborda a exposição a partir de outros campos, olhares, modos de conhecer e de se relacionar com a arte.

Sobre a convidada: Giulia Giovani é professora do curso de “Conservação – Restauração de Bens Culturais Móveis” da Escola de Belas Artes da UFMG e Doutoranda em Patrimônio Cultural pela Escola de Belas Artes da UFMG.

28/01–PROCESSOS COMPARTILHADOS (Digital) – “A Produção de Trailer no Cinema”, com Ricardo Mehedff

Às 14 horas

Duração: 4h

Capacidade: 100 vagas

Classificação indicativa: a partir de 16 anos

Acesso: Evento gratuito. Link para inscrição no www.ccbbeducativo.com

Voltado para formação de artistas, educadores, críticos, produtores, curadores e demais profissionais do campo da arte e da produção cultural, o curso aborda aspectos dos trabalhos de diferentes áreas da indústria cultural. Com o foco nas programações de cada praça como potente espaço de formação profissional, os encontros pretendem evidenciar questões técnicas, logísticas ou teóricas relacionadas, por exemplo, à iluminação, sinalização, assessorias, peças gráficas, concepção e atividades educativas.

Sinopse: O Processos Compartilhado Trailers para Cinema vai investigar as origens dos Trailers desde a década de 1930, como o Trailer evoluiu nos últimos 80 anos, as técnicas usadas para criação e montagem de um Trailer e também um Teaser. Ricardo Mehedff a presentará um pouco sobre sua trajetória nesse ramo, trabalhos realizados em Hollywood e na indústria do cinema brasileiro desde os anos 90.

Sobre o convidado: Ricardo Mehedeff é montador, diretor e produtor graduado em cinema pela The George Washington University, de Washington. Trabalhou por seis anos nos Estados Unidos como editor e produtor de trailers para os estúdios da Fox e Warner Bros. De volta ao Brasil, em 1998, abriu a V. Filmes, que fez o trailer de filmes como Mauá – O imperador e o rei (1999), Amores possíveis (2001), Copacabana, O Xangô de Baker Street (2001), Abril despedaçado (2001), Edifício Master (2002), Madame Satã (2002) e Cidade de Deus (2002). Produziu, roteirizou, montou e participou de vários festivais nacionais e internacionais, como o Festival de Roterdã e Festival de Miami. Também assinou os trailers dos filmes Deus é brasileiro, Carandiru, Nelson Freire, O homem que copiava, O caminho das nuvens, Narradores de Javé, e Dois filhos de Francisco – A história de Zezé di Camargo e Luciano.

Assessoria de imprensa CCBB Educativo – Conteúdo Comunicação

Adriana Morais- (61) 98156-9563

Charlotte Vilela- (61) 98151-2400

[email protected]

Assessoria de imprensa CCBB: Pedro Emídio – [email protected] – (61) 98478-8416

CCBB Brasília

Aberto de terça a domingo das 9h às 21h

SCES Trecho 2 – Brasília/DF | Tel.: (61) 3108-7600

E-mail: [email protected]   Site: bb.com.br/cultura

sociais:facebook.com/ccbb.brasilia,twitter.com/CCBB_DFeinstagram.com/ccbbbrasil

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

No mês dos avós, o cardiologista dá dicas para conseguir a longevidade

No mês dos avós, o cardiologista dá dicas para conseguir a longevidade

Profissional do ICTCOr alerta para os cuidados com o envelhecimento cardiovascular No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 29

Luize Valente | Live sobre o Judaísmo

Live sobre o Judaísmo

A escritora e jornalista Luize Valente faz live, nesta segunda (dia 26 de julho), às 21hs, pela Plataforma Zoom, sobre o Judaísmo Nosso de Cada

Revitalização do Rio de Janeiro é tema de Webinar pela EMERJ

O Fórum Permanente de Direito da Cidade da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) promoverá nesta sexta (dia 30 de julho),

Confraria Amigos da Barra faz homenagem a Mário Saladini

O ex-jornalista e ex-deputado Mário Saladini ( 1916-2009), que criou, nos anos 40, o Clube dos Cafajestes, junto com Carlinhos Niemeyer, Mariozinho de Oliveira, Ibrahim

%d blogueiros gostam disto: