1º Programa Arte Ocupação do DF abre exposição coletiva na Galeria Risofloras

Dez jovens artistas de fora do Plano Piloto participam da exposição “Laços e Confrontos”, realizada na Galeria Risofloras, na Praça do Cidadão, em Ceilândia-DF. A mostra é realizada por meio de edital público do 1o Programa Arte Ocupação, que oferece prêmios em dinheiro e mentoria artística e profissional. Visitação aberta de segunda a sábado, das 14h às 18h, entre 21 de agosto e 24 de outubro.

Sob curadoria de Gu da Cei, Luiz Ferreira e Rayane Soares, “Laços e confrontos” reúne um conjunto de 16 obras, entre fotografias, pinturas, objetos e vídeo-instalação, cuja ideia principal é valorizar a representação negra, periférica, feminina, travesti e LGBTQIAP+.

A Galeria Risofloras, um antigo posto policial reestruturado pelo programa Jovem de Expressão, é reinaugurada após mais de um ano fechada por conta da pandemia. O projeto visa impulsionar jovens talentos que trabalham em busca de oportunidades e reivindicam territórios próprios de valorização da arte.

Compõem a exposição “Laços e Confrontos”: Angela de Carvalho (1995, Sobradinho II), Bruna Braz (1997, Sobradinho), Ester Cruz (1998, Ceilândia), Gabriel Matos (2001, Águas Claras), Isabelle Prado (1995, Itapoã), Nefertiti (1994, Ceilândia), Lyv (2000, Santa Maria), Pamella Wyla (1996, Por do Sol), Rosa Luz (artista convidada, 1995, Santa Maria), Santz (1999, Ceilândia).

A mostra visa, ainda, contextualizar e pautar movimentos de desconstrução de práticas coloniais, além de confrontar o academicismo e o elitismo, inerentes ao circuito das artes visuais, por um trio de curadores não-doutores.

Numa iniciativa da Galeria Index, o Programa Arte Ocupação é um projeto inédito, que tem como objetivo incentivar o exercício das artes visuais entre jovens artistas da periferia do Distrito Federal. Para este ano, o programa conta a parceria estratégica do Instituto Sabin, entidade sem fins lucrativos, que desde 2005 fomenta a inovação social no Distrito Federal e em outros 12 estados do Brasil.

Sobre a Galeria Index

A Galeria Index é um showcase de arte moderna e contemporânea. Fundada em Brasília por Monica Tachotte e Marcos Mendes Manente, a galeria ocupa a cidade por meio de projetos artísticos que representam narrativas de artistas do Centro-oeste, correlacionando com artistas brasileiros e estrangeiros do período pós-guerra.

Além de atuar de acordo com as particularidades dos espaços da cidade, a galeria trabalha na organização e catalogação, difusão e revitalização da produção local, por meio de estratégias curatoriais que estabeleçam um diálogo entre as diferentes gerações, o debate entre as ações artísticas e zonas de contato, pautando questões estéticas, sociais e políticas.

Sobre o Instituto Sabin

Há 16 anos o Instituto Sabin é responsável pela gestão do investimento social privado do Grupo Sabin. Organizado como uma OSCIP, com sede em Brasília e atuando em 12 estados, além do DF, o instituto tem a nobre missão de melhorar a qualidade de vida das comunidades onde o Grupo Sabin está, fomentando a inovação social. O Instituto atua com um amplo portfólio que está organizado a partir de quatro eixos estratégicos: Engajamento social e filantropia: o instituto é o braço social do Grupo Sabin nas questões comunitárias, filantrópicas e de voluntariado corporativo; Fortalecimento de ecossistemas e organizações: o instituto fortalece ecossistemas e organizações, sociais e de impacto, alinhadas com sua missão; Investimentos para impacto: o instituto testa instrumentos financeiros capazes de gerar impacto social e ambiental; Produção e difusão de conhecimento: o instituto estimula a pesquisa, a produção, a organização e a difusão de conhecimentos e práticas no campo de impacto social.

Sobre a Galeria Risofloras e o Programa Jovem de Expressão

A Galeria Risofloras é lugar de ação, experimentação e formação de artistas na Praça do Cidadão, em CeilândiaDF. Inaugurada em 2018, compõe a Rede Urbana de Ações Socioculturais (@ruas.oficial) e o programa Jovem de Expressão (@jovemdeexpressao @galeriarisofloras). O Jovem Expressão está presente na Ceilândia-DF há 14 anos e tem como objetivo incentivar práticas saudáveis e empreendedoras entre jovens de 18 a 29 anos. Proporciona, gratuitamente, diversas atividades de arte, educação, terapia comunitária, prevenção à violência, ao crime e ao uso de drogas. Sua infraestrutura, localizada em dois prédios na Praça do Cidadão, é composta por sala de dança, infocentro, biblioteca, escritório compartilhado, sala de aulas e a Galeria Risofloras. Uma iniciativa do Instituto CNP Brasil, em parceria com a Rede Urbana de Ações Socioculturais (RUAS).

Serviço

Exposição “Laços e Confrontos”

Curadoria: Gu da Cei, Luiz Ferreira e Rayane Soares

Onde: Galeria Risofloras. Jovem de Expressão. Praça do Cidadão. EQNM 18/20.

Ceilândia-DF

Abertura: 21 de agosto

Duração: até 24 de outubro

Funcionamento: segunda a sábado, das 14h às 18h

Capacidade máxima no espaço: 15 pessoas

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

Envio de Missão Humanitária ao Haiti

Leia a seguir

Pacientes da Casa São de Apoio São Luiz já podem aproveitar ambiente revitalizado

setembro 24, 2021