A expectativa para a chegada do ano de 2020 no mundo dos negócios é de otimismo. Recentemente, o Banco Central anunciou o corte na taxa básica de juros da economia de 5% para 4,50% ao ano — o menor patamar histórico. A redução da taxa Selic já era esperada pelo mercado, mas o impacto desse índice para quem escolheu empreender é de confiança.

O corte na Selic é visto como uma forma de os bancos pensarem de forma disruptiva e de como podem apoiar os empreendedores. O reflexo da Selic no mundo dos negócios são muitos, e estímulo para que possamos aumentar o número de contratações e empreender de forma muito mais performática no ano de 2020.

Para quem gosta de fazer negócios, ganhar dinheiro, empregar e desenvolver pessoas, o ano de 2020 promete ser o ano do empreendedorismo. A recomendação para quem acredita no Brasil é olhar para o ano que se inicia é entre no mercado como um oceano azul, ou seja, crie produtos e serviços que tenham como carro-chefe a inovação, o senso de equidade e de protagonismo.

2020 é o ano que ficará para a história econômica. De um Brasil que sobreviveu a recessão, ou seja, ele saiu de um período de uma emergência extrema econômica e está se despontando para o liberalismo e para uma economia extremamente ativa onde você faz parte de um papel itinerante. E é essa onda na economia que nos impulsiona a olhar com positivismo e continuar investindo na nação brasileira.

O Grupo Med Mais a título de exemplo, empresa brasileira que há 11 anos se tornou-se líder na prestação de serviço especializado em medicina do trabalho e serviços médicos de urgência e emergência, e hoje mantém importantes contratos nas áreas de aeroportos, ferrovias, rodovias, portos, refinarias, mineradoras, turismo náutico, entretenimento, educação, entidades privadas, empresas de sociedade de economia mista e órgãos públicos.

Após a crise, não existe receita de bolo para obter sucesso empresarial, e sim, investir em pessoas, processos e tecnologias que levam ao alcance de resultados extraordinários.

Empreender traz um mix de emoções e que provocam uma série de endorfinas e adrenalinas que causam vícios absurdos, mesmo diante da insegurança jurídica e tributária pelo qual as empresas passam. Mas não se engane, para ter sucesso em 2020 é preciso ter esforço e investir em pessoas, pois elas são como célula mater no mundo dos negócios.

Empreender é acreditar no propósito que nos move, em direção a um Brasil disruptivo, que renasceu após a recessão, e aguarda a chegada de 2020 para continuar a fazer deste país uma nação liberal e protagonista.

Victor Reis é presidente institucional do Grupo Med Mais.

Artigo anteriorMEC autoriza novos cursos de Administração e de Ciências Contábeis
Próximo artigoMega-Sena da Virada
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.