Bsb Flash

Apoio à recondução de António Guterres como Secretário-Geral das Nações Unidas

Apoio à recondução de António Guterres como Secretário-Geral das Nações Unidas

O governo brasileiro recebeu com satisfação a decisão do Conselho de Segurança das Nações Unidas de recomendar a recondução de António Guterres ao cargo de Secretário-Geral das Nações Unidas (mandato 2022-2027). A recomendação conta com o decidido apoio do governo brasileiro.

Ex-Primeiro-Ministro de Portugal (1995-2002), ex-Alto Comissário das Nações Unidas para os Refugiados (2005-2015), Guterres iniciou sua gestão como Secretário-Geral da ONU em 2017, após ser eleito, por aclamação, pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Durante seu mandato enfrentou, com perseverança, o desafio sem precedentes da pandemia da Covid-19, promoveu plano de reforma das Nações Unidas e contribuiu para promoção dos direitos humanos.

Como fundador da ONU e candidato a assento não permanente do Conselho de Segurança (mandato 2022-2023), o Brasil estende seu firme apoio ao Secretário-Geral António Guterres e renova seu compromisso de continuar a trabalhar, de forma construtiva, com base nos princípios constitucionais e inspirado pelos objetivos que nortearam a criação das Nações Unidas, em busca da resolução pacífica de controvérsias, da primazia do direito internacional e do fortalecimento do papel de seus Estados membros nos mecanismos de governança, com vistas a uma Organização cada vez mais representativa e eficaz.

[Nota publicada em: https://www.gov.br/mre/pt-br/canais_atendimento/imprensa/notas-a-imprensa/apoio-a-reconducao-de-antonio-guterres-como-secretario-geral-das-nacoes-unidas]

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn
%d blogueiros gostam disto: