O Banco de Brasília divulgou hoje (29) o resultado final do concurso da Instituição para os cargos de analista de tecnologia da informação, engenheiro de segurança do trabalho e médico do trabalho. Os nomes dos aprovados foram publicados no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

Na semana passada, o BRB divulgou os nomes dos aprovados para o cargo de escriturário, nível médio e porta de entrada para a carreira bancária. Desde 2013, o BRB não realizava concurso. Além do concurso para escriturário, analista de TI, engenheiro e médico do trabalho, o BRB promoveu um terceiro concurso, em 2019, para o cargo de advogado. O resultado final da seleção para esse último concurso será publicado no dia 19 de dezembro.

A realização de concursos público revela, para o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa, o compromisso com o crescimento da Instituição e da valorização das pessoas. “O ingresso de novos colaboradores reforça nosso objetivo de oferecer um BRB, cada vez mais, forte, moderno, ágil e competitivo”, afirma.

Inicialmente, foram ofertadas dez vagas para o cargo de analista de TI, uma vaga para engenheiro de segurança do trabalho e uma para médico do trabalho. Os salários variam entre R$ 8.021,67 e R$ 11.517,35. A carga horária é de 20 horas semanais para a vaga de médico, 30 para analistas de TI e 40 para engenheiro do trabalho.

Os candidatos aprovados no concurso serão convocados para realização dos procedimentos pré-admissionais e exames médicos admissionais, observada a necessidade de provimento e ordem de classificação.

Todas as informações do concurso estão disponíveis no site www.iades.com.br, banca responsável pelo certame.

Artigo anteriorCarlos Lupi lança em Brasília o livro “Um golpe contra os trabalhadores”
Próximo artigo95% das empresas, no Brasil, pagam impostos indevidamente
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.