Bsb Flash

Empresa de marmitas saudáveis dobra o faturamento na Pandemia

Empresa de marmitas saudáveis dobra o faturamento na Pandemia

Nathaly Cortez, da Napetit, conta como conseguiu aumentar as vendas de congelados nos últimos meses

De acordo com o Ministério da Economia, nos últimos cinco anos, o mercado de marmitas cresceu cerca de 134% no Brasil. Isso tem se intensificado ainda mais com a crise provocada pelo coronavirus, que trouxe novos hábitos de consumo e convívio social. E foi em meio a toda essa crise que Nathaly Cortez focou na Napetit, uma empresa de congelados saudável com uma culinária que faz bem.

“No início de 2020, estava focada no restaurante da minha família, e a venda de refeições congeladas estava em segundo plano, com apenas 20% do faturamento. Com a vinda da pandemia, percebi um aumento no delivery, saí do restaurante e abri a Napetit, focada somente em congelados. Em 4 meses o faturamento foi dobrado”, contou a chef/empresária que está no ramo há 5 anos.

Considerando que muitas famílias precisam não só manter a rotina de trabalho em home office, como também atender os filhos, que estão com as atividades presenciais escolares suspensas, empreendedores que atuam nesse mercado de marmitas saudáveis tem ganhado cada vez mais relevância.

“Quando comecei meu público era focado em pessoas que seguiam uma dieta mais rígida, que queriam emagrecer ou ganhar massa magra. Hoje clientes de todos os perfis começaram a nos procurar em busca de mais saúde e praticidade”, explicou Nathaly.

Fato é que para economizar ou se alimentar melhor, as pessoas estão consumindo mais comidas prontas saudáveis, mas tocar um negócio nesse segmento exige mais do que bom tempero. “Foque na qualidade do seu produto e num atendimento de qualidade para fidelizar seus clientes, eles são a parte mais importante da sua empresa”, afirmou a empresária.

Mas atenção, embora à primeira vista possa parecer um segmento fácil de atuar, já que muita gente começa a preparar as refeições na cozinha de casa, há diversas normas sanitárias a serem seguidas. Por isso é importante ficar atentas a todas elas antes de abrir um negócio.

Sobre o crescimento em meio a uma crise, Nathaly conta o que mudou para obter melhores resultados financeiros: “Antes nosso foco era somente no público fit, hoje acreditamos que qualquer pessoa pode ser um cliente em potencial. Comida saudável vai muito além do frango com batata doce. Focamos em comida de verdade, minimamente processada, mas com variedade de sabores e opções. Queremos converter o cliente que comprou porque estava em homeoffice, em um cliente fixo”.

Aos 28 anos de idades, a empresária tem sua cozinha localizada no bairro do Tatuapé em São Paulo, mas vende para toda a grande São Paulo através do e-commerce próprio e das redes sociais. A jovem já pensa em expansão da marca: “Pretendo agregar ao meu negócio em breve um mercado online com todas as opções do ramo, desde amêndoas, farinha integrais até sucos detox e chás. Um canal com produtos naturais para consumo e até mesmo para revenda, que vai ajudar muita gente a ampliar seus negócios também. Além disso também penso em revender para mercados e empórios”, finalizou.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

Luize Valente | Live sobre o Judaísmo

Live sobre o Judaísmo

A escritora e jornalista Luize Valente faz live, nesta segunda (dia 26 de julho), às 21hs, pela Plataforma Zoom, sobre o Judaísmo Nosso de Cada

No mês dos avós, o cardiologista dá dicas para conseguir a longevidade

No mês dos avós, o cardiologista dá dicas para conseguir a longevidade

Profissional do ICTCOr alerta para os cuidados com o envelhecimento cardiovascular No Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mais de 29

Confraria Amigos da Barra faz homenagem a Mário Saladini

O ex-jornalista e ex-deputado Mário Saladini ( 1916-2009), que criou, nos anos 40, o Clube dos Cafajestes, junto com Carlinhos Niemeyer, Mariozinho de Oliveira, Ibrahim

Revitalização do Rio de Janeiro é tema de Webinar pela EMERJ

O Fórum Permanente de Direito da Cidade da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro (EMERJ) promoverá nesta sexta (dia 30 de julho),

%d blogueiros gostam disto: