Enquanto famosos deixam Parintins encantados com festival, artistas do boi Garantido incendeiam alegorias por falta de pagamento
Colunismo Social Eventos

Enquanto famosos deixam Parintins encantados com festival, artistas do boi Garantido incendeiam alegorias por falta de pagamento

Roberto Marttini correspondente da BSB Flash acompanhou os três dias de festival e o clima tenso no Boi Garantido.

O clima tenso pairou nos confins do Estado do Amazonas, quando a última nota da comissão julgadora do festival folclórico de Parintins anunciou o campeonato do Boi Caprichoso e foi o estopim para artistas da Ilha do Folclore e para torcedores do Boi Garantido se rebelarem.

A gestão marcada por entrevistas polêmicas em rede aberta e conflitos com antigos artistas contratados, apontam a atual diretoria como polêmica e ineficaz. O atual presidente do boi garantido não se manifestou em relação ao ocorrido.

Sebastião Júnior anuncia desligamento em transmissão ao vivo

O responsável pelo item levantador de toadas Sebastião Júnior, conhecido como Sabá, anunciou na última noite seu desligamento do festival folclórico, deixando torcedores comovidos e revoltados com o atual presidente. Segundo boatos na Ilha do Folclore, a má convivência entre Sebastião e a atual gestão teria levado o mais querido do boi do povão pedir o desligamento como um dos itens principais do festival.

Deborah Seco, David Brasil, Nicole Bahls, Thelma Assis entre outras celebridades globais, prestigiaram o evento e saíram encantados com o festival mais famoso da Amazônia. O evento teve cobertura oficial da TV A crítica, antiga filiada da Record Tv. O festival de Parintins reúne uma vez por ano, curiosos do Brasil inteiro, e durante a festa recebe figuras ilustres do Brasil e do mundo nas três noites apresentadas pelo boi caprichoso da tribo azul e garantido da tribo vermelha.

A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio. Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal, e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.