Facilidade de aquisição contribui para alta de financiamentos imobiliários

Facilidade de aquisição contribui para alta de financiamentos imobiliários

Facilidade de aquisição contribui para alta de financiamentos imobiliários

Alta da demanda em Goiás atrai novas empresas do setor imobiliário. Realiza Construtora, de Uberlândia, vai ampliar os investimentos no Estado de Goiás, com novo projeto em Aparecida de Goiânia

De acordo com a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), os financiamentos imobiliários com recursos da poupança (SBPE) somaram R$ 18,79 bilhões no último mês de julho. Nos primeiros sete meses de 2021, o montante financiado somou R$ 115,83 bilhões, com alta de 113,8% em relação a igual período de 2020. Só neste ano, foram financiados um total de 499,12 mil imóveis, resultado 152,7% superior em comparação ao ano anterior. Nos 12 meses até julho de 2021, o volume financiado com recursos do SBPE somou R$ 185,64 bilhões, aumento de 100,8% em relação ao período anterior.

Em Goiás, pesquisa da Associação das Empresas do Mercado Imobiliário de Goiás (Ademi-GO), realizada pela Brain Inteligência Estratégica, no primeiro semestre de 2021, aponta que a quantidade de unidades lançadas disparou mais de 50% em relação ao mesmo período de 2020: foram disponibilizadas 3.501 propriedades contra 2.330 lançadas no ano anterior. Em Volume Geral de Vendas (VGV), o aumento chegou a 175%, saltando de R$ 785 milhões para R$ 2,156 bilhões, ou seja, quase o triplo.

A alta demanda e a facilidade de financiamento imobiliário são fatores que estimulam a confiança das empresas do setor a fazer novos investimentos. Um exemplo é a Realiza Construtora originária da Uberlândia, que chega a Aparecida de Goiânia, na região metropolitana da capital, com imóveis econômicos para atender a demanda primária da região do Garavelo, bastante consolidada e adensada.

A empresa, já está presente nos estados de Goiás (Anápolis, Rio Verde e Itumbiara), Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo, contabilizando cerca de 25 mil unidades comercializadas em todo o país, sendo aproximadamente três mil em Goiás. Para o diretor executivo da Realiza, José Humberto do Nascimento Júnior, a chegada da empresa se deu inicialmente por cidades do interior pois havia uma demanda reprimida de mercado, que ele considerava muito latente.

Facilidade de aquisição contribui para alta de financiamentos imobiliários
José Humberto do Nascimento Júnior, diretor executivo da Realiza

Para atender a esse nicho específico a empresa aposta no desenvolvimento de projetos de médio padrão, porém com facilidade de aquisição pelo cliente. Segundo José Humberto, apesar de não entrarem em projetos como o Casa Verde Amarela e Minha Casa Minha Vida, os imóveis econômicos da construtora têm financiamento pela Caixa Econômica Federal.

Segundo ele, o novo empreendimento a ser construído em Aparecida de Goiânia, é o que chamam de econômico de médio padrão. “Apesar de estarem fora dos programas, ainda tem valores muito atrativos, além de ótimas condições de espaço e conforto. Os apartamentos variam entre R$ 210 mil e R$ 260 mil”, afirma José Humberto.

O diretor da da URBS Imobiliária, Ricardo Teixeira, empresa que será responsável pela comercialização do projeto, observa que a demanda para o mercado imobiliário é muito grande e, mesmo durante o tempo em que os juros do financiamento estavam acima de dois dígitos, a movimentação de compra e venda já era alta. Por isso, as novas taxas não devem atrapalhar a comercialização do empreendimento.

Facilidade de aquisição contribui para alta de financiamentos imobiliários
Ricardo Teixeira, diretor da URBS Imobiliária

“Mesmo com o aumento da Selic, historicamente, ela continua sendo um percentual baixo, assim como as taxas do financiamento imobiliário. A repercussão nas compras de imóveis não será intensa”, diz Ricardo Teixeira. Atualmente, a taxa Selic está em 6,25% ao ano, mas estava em 2% em janeiro de 2021

Lançamento

O condomínio Bosque Garavelo, é o primeiro lançamento da construtora em Aparecida de Goiânia – Goiás. Será localizado no Setor Garavelo, a cerca de 500 m do principal pólo comercial do bairro, a Avenida Igualdade, e em frente ao Parque Tamanduá, com 126 mil metros de áreas verdes.

O Bosque Garavelo terá 152 apartamentos, divididos em duas torres. Do total, 80 unidades serão de três quartos e outros 72 de dois quartos. José Humberto destaca que apesar do perfil econômico, o empreendimento tem diferenciais como a área de lazer com mais de 1000m². O local inclui piscinas adulto e infantil climatizadas, playground, quadra poliesportiva, academia e salão de festas com churrasqueira. O diretor executivo aponta ainda que o empreendimento será entregue sem a cobrança da taxa de mobília.

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

Alta da gasolina, pandemia e busca por transportes alternativos impulsionam vendas de bikes elétricas

Leia a seguir

Como calcular o aumento na conta de luz depois do primeiro mês de bandeira escassez hídrica

outubro 16, 2021