Brincar com a crença das pessoas nunca é uma boa ideia, já vimos vários casos que terminaram em mortes, porém, o grupo de humor Porta dos Fundos, não se importou em brincar com o tema, ao encenar Cristo como um homossexual e de cutucar com a vara milhares de cristãos.E a resposta não tardou a chegar, na madrugada da última terça-feira (24), a sede do grupo que fica em Humaitá, bairro nobre na zona sul do Rio de Janeiro, foi atingido por dois coquetéis molotov, ainda tiveram sorte, porque era véspera de natal e toda a equipe estava de recesso. A ira dos cristãos começou quando o grupo veiculou, no especial de final de ano, “A primeira tentação de Cristo”, na plataforma de streaming Netflix.

Nas redes redes sociais membros do grupo repudiaram o ato terrorista. Fabio Porchat disse em sua conta no Twitter que a ação “Não vão nos calar!” e fez menção a música da cantora Gal Costa, Divino Maravilhoso: “É preciso estar atento e forte…”. O youtuber e influenciador Felipe Neto, que não faz parte do grupo, também se pronunciou sobre o caso. “Procurando na Bíblia a parte em que Jesus falou: “tacai coquetéis molotov para defender minha heterossexualidade jamais praticada.”

Líder do grupo, Gregorio Duvivier, afirmou que o fato “É assustador. Eles não estão sós. É um ódio que tem sido pregado na mídia conservadora e no congresso”. Em outro tweet, Porchat agradeceu o as mensagens “de carinho e apoio” que vem recebendo. “Precisamos de todos lado a lado para vencermos o terror!”, escreveu.