Especialista em cuidados capilares dá dicas para manter fios hidratados e bonitos no verão

O verão no Brasil começa em dezembro e encerra em março, período que coincide com a alta temporada de férias e o carnaval tupiniquim, quando as pessoas aproveitam mais as praias e as piscinas. Além dos cuidados com a pele, nesse período é importante também ficar atento aos danos que a alta exposição ao sol, que combinada com o sal do mar ou cloro, podem trazer estragos definitivos aos fios. O alerta é do cabeleireiro e maquiador Rafael Lemos, que lista alguns cuidados que podem ser tomados para manter a saúde e viçosidade capilar.

De acordo com o Instituto de Nacional de Meteorologia (Inmet), as temperaturas devem ultrapassar os 35º em várias regiões do País. O sol típico da estação pode trazer danos relacionados à alta exposição aos raios UVB, que é responsável pela degradação da queratina – proteína que compõe a estrutura dos fios. Já a radiação UVA provoca a oxidação dos pigmentos, naturais ou sintéticos, causando desbotamento da cor. “Uma dica super válida para quem vai se expor ao sol é usar chapéus, bonés ou lenços. Além de incrementar o look, os acessórios protegem os fios da exposição direta”, pontua Rafael.

Uma boa notícia, de acordo com o especialista, é que já existem protetores solares especificamente para os cabelos, e assim como é feito com a pele, é preciso retocar ao longo do dia ou depois de mergulhar no mar ou piscina. Os produtos estão disponíveis no mercado e cabem em qualquer bolso. “Se a estadia na praia for longa, é bom também manter o hábito de hidratar e usar produtos naturais como óleo de coco e babosa, para dar um respiro aos fios que acabam sendo muito maltratados”.

 

Rafael, que acabou de inaugurar o Studio Beleza, no Setor Marista, em Goiânia, lembra que, como as viagens são normalmente programadas, alguns cuidados podem ser providenciados com antecedência, como uma hidratação profunda ou uma selagem, que vai ajudar a manter os fios domados nas férias. “Atitudes simples como enxaguar na ducha sempre que sair da água para retirar o sal e o cloro já vai ajudar em muito, gasta-se pouco tempo e nenhum investimento financeiro”, destaca ele, que lembra também que é importante não dormir com a cabeça úmida.

Os loiros devem despertar ainda mais cuidados. De acordo com Rafael, o processo de clareamento químico agride muito os fios que ficam desidratados e mais sensíveis. Por isso, além de hidratar e usar filtro solar específico para cabelo, ele recomenda alternar os dias de mergulhos, quando é possível usar penteados que vão deixar o visual de férias ainda mais bonito. “Amarrando um ‘rabo de cavalo” alto é possível dobrar o cabelo e fazer vários modelos de coques. O penteado alto super combina com acessórios com temas do mar como um chapéu ou prendedor. Também dá para usar ele ondulado, mais natural, para dar aquele efeito “praia’”. Rafael alerta também para não apertar muito os fios em elásticos ou prendedores e não correr o risco de quebrar os fios.