OSC em Brasília abre inscrições para curso de padrinhos e madrinhas afetivos de crianças e adolescentes no DF
Notícias

OSC em Brasília abre inscrições para curso de padrinhos e madrinhas afetivos de crianças e adolescentes no DF

Para participar da capacitação gratuita é obrigatório comparecer a palestra on-line promovida pelo Grupo Aconchego no dia 9; Interessados devem se candidatar até o dia 4 de abril

Brasília, 21 de março de 2022 – Interessados em participar do projeto “Apadrinhamento Afetivo”, do Grupo Aconchego, podem se inscrever pelo site da Instituição até o dia 4 de abril. A proposta envolve o apadrinhamento afetivo de crianças e adolescentes que moram provisoriamente em casas de acolhimento, com remotas chances de retorno à família de origem ou de adoção. O programa existente desde 2002 está previsto no parágrafo 19-B do Estatuto da Criança e do Adolescente.

O apadrinhamento consiste em proporcionar a formação de novos vínculos afetivos entre as crianças e adolescentes e pessoas da comunidade, estas no papel de padrinho ou madrinha. A psicóloga e coordenadora do projeto, Maria da Penha Oliveira, explica que apadrinhar é tornar-se referência na vida de uma criança ou adolescente.

“Para ser padrinho ou madrinha é preciso disponibilidade para criar vínculos, honrar compromissos e assumir responsabilidades. É essencialmente incluir o afilhado ou a afilhada em sua rede pessoal; é poder proporcionar vivências afetivas que assegurem o seu desenvolvimento, a construção do seu projeto de vida e a promoção da autonomia”, pontua.

Os candidatos à madrinha ou padrinho participam de um curso onde são convidados a refletirem seus desejos, motivações, expectativas, a compreenderem as especificidades das crianças e adolescentes em situação de acolhimento, e encontrarem o próprio limite (afetivo, educativo, financeiro) para desenvolver esse papel afetivo, sendo preparados para a escuta e o compartilhamento de histórias.

 

 

 

Requisitos

Morar no Distrito Federal;

Ser maior de 21 anos de idade, independente de estado civil e orientação sexual, com uma diferença de pelo menos dez anos entre padrinhos e afilhados;

Não fazer parte do Cadastro Nacional da Adoção;

Apresentar documentação solicitada: cópias do RG, CPF, certidão negativa de antecedentes criminais, comprovante de residência, entre outros que a coordenação achar necessários;

Ter disponibilidade para partilhar tempo e afeto com crianças/adolescentes acolhidos;

Desejar colaborar com a construção e sustentação do projeto de vida e promoção da autonomia de adolescentes;

Participar dos encontros de sensibilização e formação de padrinhos e madrinhas;

Participar dos encontros de apoio e acompanhamento.

O curso

Inicialmente será realizada uma palestra online, via Zoom, no dia 9 de abril. Na ocasião, serão prestados alguns esclarecimentos, como: o que é o apadrinhamento afetivo; os papéis de padrinho/madrinha e de afilhado; apresentação da metodologia de trabalho; e por fim, a formação dos novos grupos para o início do curso.

Penha ressalta que a participação na palestra é fundamental para a tomada de decisão em fazer parte do Programa de Apadrinhamento Afetivo, do Aconchego. “É primordial que os interessados entendam como funciona o projeto. Eles devem estar preparados para compartilharem afeto e mostrarem a vida em uma família funcional, bem como o cotidiano em sociedade com suas muitas demandas”, conclui a psicóloga.

O curso será realizado no período de 23 de abril a 28 de maio, e se desenvolve em seis encontros semanais. Cada encontro apresenta um tema pré-determinado com duração de quatro horas. Os participantes devem frequentar todos os encontros para se tornarem habilitados para o apadrinhamento. Os encontros são conduzidos por uma equipe técnica formada por dois facilitadores treinados (Psicólogos ou Assistentes Sociais), auxiliados por três estagiários.

SERVIÇO:

O que: Aconchego Grupo de Apoio à Convivência Familiar e Comunitária, convida para palestra sobre o Apadrinhamento Afetivo.

Data: 9 de abril de 2022

Horário: 10h

Onde: Online via ZOOM

Inscrições: http://www.aconchegodf.org.br/programasapadrinhamento.html

Dúvidas por e-mail: contatos@aconchegodf.org.br

Sobre o Grupo Aconchego – O Aconchego é uma entidade civil, sem fins lucrativos, fundada em dezembro de 1997, que trabalha em prol da convivência familiar e comunitária de crianças e adolescentes em acolhimento institucional.

Filiado à Associação Nacional dos Grupos de Apoio à Adoção – ANGAAD o Aconchego é reconhecido como referência em Brasília e conta com grande projeção

nacional na criação de tecnologias sociais com vistas à garantia do direito das crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária, por meio de ações de intervenção com potencial para a transformação social e cultural.

A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio. Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal, e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.