Para atender reivindicações de um grupo de lideranças feministas, o atual prefeito de Cabo Frio, José Bonifácio Novelino (PDT) , disse que ele e o novo presidente da Câmara dos Vereadores do município, Miguel Alencar (DEM), vão se reunir nesta quarta (dia 20 de janeiro), para decidir sobre o local que levará o nome de Ângela Diniz (provavelmente uma praça), socialite de família tradicional mineira, assassinada, em Búzios, com quatro tiros de uma arma Bereta, há 45 anos (dezembro de 1976) por Doca Street (Raul Street), empresário de elegante família de São Paulo.

Búzios era, naquela época, terceiro Distrito de Cabo Frio (Búzios só foi transformado em município, através de plebiscito, em 1995)

Os advogados de acusação no julgamento contra Doca Street, em 1980, na Comarca de Cabo Frio, foram Evaristo de Moraes Filho e Heleno Fragoso.

Defendido por Evandro Lins e Silva e Humberto Telles , Doca Street – nascido na elite paulistana- foi condenado em meio às manifestações, na porta do Fórum de Cabo Frio , de movimentos feministas.

As líderes das manifestações feministas picharam e escreveram a frase ” Quem ama não mata “, em muros de Belo Horizonte e também em cartazes, expostos em frente ao Tribunal do Júri de Cabo Frio.

Até o poeta Carlos Drummond de Andrade se manifestou, na época, em um artigo publicado no Jornal do Brasil, quando disse:

“Aquela moça continua sendo assassinada todos os dias e de diferentes maneiras “.
Na foto, o prefeito José Bonifácio, do PDT.

Artigo anteriorRPG como aprendizado no SENAI CETIQT
Próximo artigoAulão ajuda estudantes com dicas de como interpretar corretamente enunciados do Enem
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.