Produtor Musical e Maestro ‘Boris Farias’ assume direção de Turnê do Cantor Belo
Música

Produtor Musical e Maestro ‘Boris Farias’ assume direção de Turnê do Cantor Belo

Com mais de 30 anos de carreira, o produtor musical, maestro, compositor e baixista, Bóris Farias, volta aos palcos como diretor da atual turnê, do cantor Belo. Há três anos, o músico estava dedicado ao próprio estúdio de gravação (@borisstudios), um dos mais modernos do país, no Recreio, Zona Oeste carioca, e a Boris Music, seu selo próprio.

Nascido no bairro de Madureira/RJ iniciou em 1989, na banda de rock, Contatos Imediatos, como guitarrista, passando pela banda Pérola Negra (guitarrista), em 1991. Cada vez mais impressionado e apaixonado pelo baixo, Boris assume o instrumento na banda Bandarokê, se apresentando em bailes no RJ e interior de Minas Gerais, além do projeto da Prefeitura do Rio, Palco Sobre Rodas. Anos depois, se juntou a João Fera, tecladista dos Paralamas do sucesso e montaram a João Fera & Amigos, com shows pelo país, no repertório, somente músicas de Bob Marley e Carlos Santana. “Por mais que o baixo seja menos glamoroso no palco, sua função é conduzir a música. Uma das funções do baixo na banda é tocar a nota mais grave do acorde, sustentar a harmonia. Eu me identifiquei assim que ouvi”. Conta o produtor.

Em 1998 foi convidado pelo cantor Leandro Sapucahy para fazer parte do grupo de samba Água na Boca, que mudou o nome para Bokaloka, arrebatando o país, com dezenas de sucessos, até metade da década de 2000. Em 2004 teve sua música “Esta Noite Eu Fiquei Só” gravada pelo grupo Pura Amizade, que fez parte da trilha sonora da novela Celebridade, da Rede Globo de Televisão. Depois disso, sua carreira só cresceu, sendo hoje um dos nomes mais concorridos da produção musical. Participou de gravações de CDs e DVDs, de artistas e grupos como: Exaltasamba, Diogo Nogueira, Maria Rita, Marcelo D2, Harmonia do Samba, Fundo de Quintal, Sorriso Maroto, Bello, Dilsinho, Ferrugem, Pixote, Molejo, DiPropósito, Mumuzinho, entre muitos outros. Diretor musical por anos, do grupo Sorriso Maroto, Boris Bass, como também é conhecido, saiu para dirigir o cantor Bello, em 2016, passando por Diogo Nogueira, retornando para o quinteto, dois anos depois. Em 2019 deu uma pausa para seus projetos.

Como produtor (Musical), nos últimos 5 anos produziu: DVD Alma Brasileira, do cantor Diogo Nogueira(destaque para canção, “Pé Na Areia” – Latin Grammy Nomine 2016 – nas categorias, melhor álbum de samba e melhor música de língua portuguesa); CD & DVD do Grupo DiPropósito (Manda Áudio); Cantora Karinah (Melhor que Nada – Feat Sorriso Maroto); Harmonia do Samba (Não Foi Fácil / Não Vai Ser Desta Vez – Feat:  Ferrugem). Foi pesponsável pelo projeto “Respeita Minha história”, interpretado por vários artistas como, Thiaguinho, Sorriso Maroto, Ferrugem, Dilsinho, Tiee, Pixote, Mr Dan, Turma do pagode, Péricles, Pique Novo, Suel, Vou pro Sereno, entre outros.

Com o nome consolidado e reconhecido nacionalmente, Bóris Farias marca seu retorno ao lado do cantor das multidões, Bello. “Eu precisava de um tempo, para acompanhar as mudanças no nosso estúdio. Nosso, pois, Deus tem sido generoso comigo e nada tem valor se não for compartilhado. Como poderia recusar o convite desse amigo, cantor tão amado pelos brasileiros, o Bello”, explica o maestro e diretor musical, que já com o pé na estrada. Com sua vasta experiência, promete revolucionar o mercado e levar aos fãs do Belo ainda mais emoções durante os shows.

>> Site:  https://borisbass.com.br

>> Instagram: @borisbassoficial

>> Twitter: @borisbasoficial

#BSBFlash #ClaudeLopes #BorisFarias #BorisBass #CantorBelo #GrooveNaMedida

editor
Baiano de Itiúba, radicado em São Paulo há mais de 30 anos. Repórter, Web Designer, Produtor e Editor de conteúdo, Consultor Musical, Roteirista, Redator e Diretor de programa de Televisão.