Quilombo da Liberdade Lives

Quilombo da Liberdade Lives

Quilombo da Liberdade Lives

A temporada de lives culturais encerra com o rap de Stein Anistia e Voz da Mente (8) e Mestre Queen do The Funk Brothers com Expressão Celebrart (22), às 18horas

Transmissão gratuita  pelo Youtube e acesso pelo @gritocapoeira

Centro Cultural e Social Grito de Liberdade – Mestre Cobra encerra, em janeiro, a programação da segunda edição do projeto Quilombo da Liberdade Lives, em parceria com a Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Distrito Federal. Uma imersão nas raízes afro-brasileiras e valorização da produção artística do DF em formato digital.

 Esta edição, com formato adaptado em função da pandemia, recebeu artistas da cultura popular do DF para um diálogo com o Centro Cultural e Social Grito de Liberdade – Mestre Cobra, desde setembro de 2021.

 Para o encerramento, em janeiro,  a live show com Stein Anistia (8), um dos grandes nomes do rap cristão nacional, há 25 anos.

Para a fusão de estilos e ritmos, na mesma live, o reggae do Voz da Mente de Taguatinga.

E o último encontro on line da temporada (22), a harmonia  do  Mestre Queen coreógrafo do The Funk Brothers e da Expressão Celebrart com funk soul dos anos 60,70, 80 e 90.

As transmissões são gratuitas, sempre às 18h, pelo canal do youtube e os acessos pela bio do Instagram @gritocapoeira.

 Mais sobre o projeto

O projeto realizou dez lives culturais pelo canal youtube/mestrecobra e contemplou 5 mil pessoas. A ideia da série de encontros virtuais foi estabelecer diálogos com grupos tradicionais de cultura popular e urbana do Distrito Federal como: circo, folclore, dança negra, rap, reggae, hip-hop, dentre outros segmentos que fazem intercâmbio com a história da cultura negra e da capoeira.

Quilombo da Liberdade Live segunda edição ofereceu, ainda, aulas online de capoeira para difusão dos conhecimentos e técnicas adotadas em duas modalidades para salvaguardar a cultura da capoeira, bem como a identidade da ancestralidade do povo negro na diáspora.  Para tal, foram criadas turmas de Capoeira Angola, às terças e quintas, 9h, e Capoeira Regional, também às terças e quintas, às 19h.

As aulas acolheram 400 alunos e  foram realizadas na plataforma zoom, https://taplink.cc/gritocapoeira ou link na bio do @gritocapoeira.

Ainda existem vagas,  porque as aulas de capoeira seguirão ate abril de 2022.

 O projeto promoveu, também,  ações solidárias para enfrentamento do cenário pandêmico de COVID-19, através de campanha de arrecadações de alimentos, distribuição à famílias em situação de vulnerabilidade social, bem como prevê ações de sustentabilidade de artistas e produtores culturais, através da geração de renda, para que estes fazedores culturais resistam aos empecilhos gerados pelo atual contexto que inviabiliza a prática artística.

Foram arrecadadas cestas básicas que foram doadas para 180 famílias.

 LIVES CULTURAIS – PROGRAMAÇÃO JANEIRO

Grito de Liberdade recebe convidados, sempre às 18h

Dia 08/01 – Stein Anistia e Voz da Mente

Dia 22/01 –Mestre Queen do Grupo The Funk Brothers  e Expressão Celebrart

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

Sony Music Publishing e Anitta anunciam contrato a nível global

Leia a seguir

Futuros moradores do Plateau d’Or conhecem obras do condomínio horizontal

janeiro 20, 2022