Bsb Flash

Sem flores, sem velas e com muito debate

A campanha “Nós não vamos nos calar” nasce para promover incômodo, debate e reação social no Dia das Mulheres

  Dia 8 de março é a data que se celebra o Dia Internacional da Mulher. Esta comemoração já é realizada há mais de 100 anos e surgiu da necessidade de jogar luz ao tratamento e esquema de carga de trabalho que as mulheres tinham na época de 1910. Com o passar do tempo e a confirmação da data no calendário mundial, outros motivos foram se somando aos originais da causa feminina. Em 2021, após um ano do início da Pandemia da Covid-19 que fez com que todos parassem para observar o entorno, o aumento significativo dos casos de violência doméstica contra a mulher fez com que essa data se firmasse ainda mais necessária.

Os números apresentados são alarmantes. Segundo publicação da Gênero e Número, as mulheres representam 67% das vítimas de violência física, somente no Distrito Federal esse número chegou a 75%. Em 2020, o feminicídio cresceu 22% e a violência doméstica chegou a impactar 82 mil mulheres somente no estado de Minas Gerais.  De acordo com a Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos, a Central de Atendimento à Mulher, 180, chegou a ter um crescimento de 74,6% nos 12 meses passados. Com todas essas informações surgindo a necessidade de criar medidas que coloquem um fim nessa dor social se torna ainda mais essencial.

“A mulher é a principal frequentadora dos nossos empreendimentos. Para nós, é fundamental que ela entenda que aqui ela pode se sentir segura e acolhida. Nosso objetivo com essa campanha é mostrar que a sociedade deve sim intervir em qualquer manifestação de violência, que só dessa maneira será possível combater esse mal crescente que vivemos”, comenta Diego Marcondes, head de Marketing da Ancar Ivanhoe.

Conjunto Nacional e demais shoppings da Ancar Ivanhoe se prepararam para levantar um debate importante para a data em 2021. Neste dia, flores, batons e chocolates serão deixados de lado. Uma campanha de apoio às mulheres foi criada para que toda a sociedade entenda o papel fundamental que tem em não se calar. Os empreendimentos da rede se uniram para dar voz às mulheres e defender os direitos femininos. Todos os shoppings da rede ganharam cartazes interativos como uma maneira de demonstrar os tipos de violência que mulheres sofrem diariamente ao longo de toda a vida.

A campanha “Nós Não Vamos Nos Calar”, surgiu em parceria com a Binder e a ONG Themis, referência nacional no apoio judicial às mulheres. A ação começa no dia 8 de março nas redes sociais do Conjunto Nacional, em Brasília; dos shoppings Pátio Paulista, Metrô Itaquera,  Golden Square  e Parque das Bandeiras, em São Paulo; dos shoppings  Botafogo  Praia,  Boulevard , Madureira, Nova América e Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, e de outros sete shoppings da rede Ancar Ivanhoe com o objetivo de distribuir informação e auxílio para todas as mulheres nos quatro cantos do Brasil.

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Atualizações Recentes

Trio de Ouro reestreia na Casa Julieta de Serpa

Está de volta à Casa Julieta de Serpa o Chá Musical Trio de Ouro, dirigido por Carlos Alberto Serpa, com figurinos de Beth Serpa, arranjos

Unyleya oferece bolsas com até 61% de desconto para celebrar o aniversário de Brasília

Ação contempla a doação de cestas básicas para os projetos Educamar e Instituto Doando Vida No próximo dia 21 de abril, Brasília completa 61 anos.

Amigos do Pintassilgo fazem homenagem a Mauro Magalhães

Após tomar as duas doses da vacina contra o Covid-19, o ex-deputado Mauro Magalhães, 87, recebeu homenagem pelo seu aniversário de amigos do Bloco Pintassilgo,

Semana do Índio é comemorada online por conta da pandemia

#  Grupo Walê Fulni-ô teve que se adaptar também aos novos formatos por conta do Covid-19 e faz apresentações a distância para escolas e púbico

%d blogueiros gostam disto: