Devido ao grande sucesso a comédia terá uma sessão extra. O espetáculo será apresentado somente neste sábado às 19h e 21h no Teatro Maristão na 615 Sul. Ingressos a partir de R$ 35,00.

Uma comédia que fala sobre essa relação impossível entre chefes e empregados, com personagens muito divertidas e uma mensagem de amor e empatia no ambiente de trabalho. O espetáculo inicialmente estreou em 2008 com o título: “Eu Odeio Meu Chefe”, porém, ao longo dos anos a peça sofreu transformações drásticas em sua dramaturgia e aventou a necessidade de mudar a palavra “odeio” para “amo”, tanto pela ironia quanto pela importância das pessoas trabalharem com aquilo que amam. Em tempos de tanto ódio sendo disseminado por aí, o G7 quer espalhar o amor e a alegria, falando de um assunto do cotidiano de todos sob a ótima da comédia. Traga seu chefe ao teatro que nós vamos matar ele… de tanto rir!

EU AMO MEU CHEFE 

Quem nunca odiou o chefe que atire a primeira pedra. Após o sucesso de “Como Passar em Concurso Público”, a Cia. de Comédia G7 decidiu pesquisar melhor as relações de trabalho e percebeu que havia muito a ser dito sobre chefes e funcionários. Questões como ética no trabalho, assédio e liderança precisavam de um olhar mais apurado, um olhar cômico, uma aproximação que mostrasse a verdade que fica muitas vezes subentendida nas entrelinhas dos escritórios e cubículos…

Tudo o que você sempre quis dizer, mas nunca teve coragem: o G7 diz por você!

Chefes de todo o mundo, acalmai-vos! Ao assistir o espetáculo, seus funcionários não entrarão em rebelião coletiva, nem vão expurgá-lo de seu posto. Ao contrário, vão te amar cada vez mais! Vão perceber que, perto dos chefes que mostramos no espetáculo, você não é tão doido, idiota ou fascínora como seus funcionários acham. Ah, e funcionários? Alegrai-vos! Vocês vão aprender a lidar com pessoas completamente sem noção e sair por cima da situação.

A comédia narra a odisseia de Raneri, um jovem trabalhador que suporta os abusos de três diferentes chefes. É muito cacique para um só índio aguentar. A história começa com a saída de uma das supervisoras, a Dra. Andréia, e Raneri vai disputar a vaga com Maria Cassiana (sua namorada há 10 anos). Uma trama recheada de contratempos e falhas de comunicação, como o diretor de contabilidade, Sr. Domingos, que acidentalmente usa drogas, o chefe, Dr. Baeta, que assedia a funcionária, e Vancledston, o moto-office-hip-hop-boy que se apaixona pela Dona Zelayde, a secretária que sonha ser atriz pornô.

Local: Teatro Maristão – 615 Sul

14/03 – Sábado – 19h e 21h

Ingressos a partir de R$ 35,00 (meia-entrada).

Meia-entrada: Todos os casos previstos em lei.

Ingresso Social: para doadores de 1kg de alimento ou 1 livro.

Informações: (61) 99351-1369 (com whatsapp)

Não é permitida a entrada de crianças menores de 6 anos, mesmo acompanhada dos pais.

Classificação indicativa: 12 anos      Duração: 70 minutos. 

Ingressos à venda: 

site: g7comedia.com

UP GRADE – 415 Sul (Sem Taxas)

Bilheteria do Teatro – nos dias de espetáculo a partir das 16h.    

Artigo anteriorTerça-cana – Show de Humores
Próximo artigoLugar de mulher é na tecnologia, sim.
Avatar
A jornalista Isabel Almeida, trabalha atualmente na Embrapa, é editora do site bsbflash, youtuber do canal Flash Brasília e escreve em diversos sites como: colunista do jornal Alô Brasília. Natural de Brasília, já trabalhou em diversos órgãos do DF, como na Secretaria de Educação; na Administração Regional do Gama; na Secretaria de Saúde, na Câmara Distrital, e também em GO, na prefeitura de Valparaíso, na gestão de José Valdécio . Atuou também no Conselho Federal de Engenharia e Agronomia- Confea, foi editora da revista Fala Prefeito; e colunista da revista AC/DF e colunista do site AIB News do Rio de Janeiro. Desde 2010 é vice-presidente da Câmara de Comércio Brasil e Portugal,e em 2016, foi nomeada presidente do Conselho comunitário do Octogonal e Sudoeste.