Texto: Loane Bernardo. Edição: Sérgio Maggio (Ascom/Secec)

Depois de quase um ano fechadas, em razão da pandemia da Covid-19, a Biblioteca Nacional de Brasília (BNB) e a Biblioteca Pública de Brasília iniciam processo responsável de reabertura. A partir da segunda-feira (22.02), passam a atender o público por sistema de drive-thru. Nessa primeira fase, os equipamentos culturais regidos pela Secretaria de Cultura e Economia Criativa (Secec) dispõe o serviço de devolução do acervo emprestado antes de 17 de março de 2020, sem a cobrança de qualquer penalidade para os usuários.

“Essa é uma primeira fase. O próximo passo é o retorno aos empréstimos”, revela a diretora da Biblioteca Nacional de Brasília (BNB), Elisa Raquel Oliveira.

Seguindo os protocolos de Medidas Preventivas para a COVID-19, o mutirão de recolhimento ocorrerá por um período de 30 dias, de segunda-feira a sexta-feira, por intermédio de uma tenda acomodada em frente à porta principal da Biblioteca Nacional e no portão da entrada de serviço do estacionamento da Biblioteca Pública de Brasília (entrequadras 312/313 Sul).

“Com bastante cautela, estamos voltando com os serviços públicos destes equipamentos tão cruciais para a formação do conhecimento do brasiliense”, destaca o secretário Bartolomeu Rodrigues.

INVENTÁRIO EM AÇÃO

Com a expectativa de recolher quase cinco mil empréstimos realizados no início de 2020, os servidores responsáveis pelo acervo das duas bibliotecas atuarão com o apoio do quadro da segurança e colaboradores da limpeza e conservação dos espaços culturais. Durante o mutirão, toda a equipe usará os Equipamentos de Proteção Individuais (EPIs).

Após a devolução, as obras recolhidas passarão por higienização e por um período de isolamento, sendo acomodadas em local arejado em estante isolada dos demais livros do acervo literário. Os usuários que devolverem os livros deverão aguardar o comprovante de devolução, após o período de 10 dias, prazo mínimo recomendado para a quarentena.

Elisa Raquel (foto) explica que o drive thru surgiu da necessidade de concluir o inventário do espaço, principalmente para poder retomar os empréstimos e renovações de livros, além de manter o vínculo entre usuário e biblioteca.

“Atualmente, há 3.245 itens bibliográficos do acervo emprestados. Todas as medidas sanitárias e observância ao protocolo de medidas preventivas contra o COVID-19 da BNB serão adotadas, para manter em segurança dos servidores e do público”, destacou.

RESPOSTA À COMUNIDADE 

Sheila Gualberto, gerente da Biblioteca Pública de Brasília, considera prudente a iniciativa, em momento em que a sociedade necessita de uma resposta quanto à continuidade de serviços importantes oferecidos pelas bibliotecas públicas.

“É de suma importância darmos esse retorno à sociedade, uma vez que esse livros fazem parte do acervo das bibliotecas, onde serão recebidos e acondicionados devidamente, para posteriormente num segundo momento estarem novamente disponíveis para empréstimo”, arrematou.

Usuários da Biblioteca Nacional de Brasília

Local de recebimento: Rotatória de frente a Entrada da Biblioteca Nacional de Brasília

Horário de atendimento: 09h às 17h.

Usuários da Biblioteca Pública de Brasília, entrequadras 312/313 sul:

Local de recebimento: Portão de estacionamento da BPB

Horário de atendimento: 09h às 17h.