Empresários e moradores protestam contra abandono do Chafariz da Glória.

Tombado pelo IPHAN, restaurado nos anos 60 e, depois, em 2012, o Chafariz da Glória está abandonado.

De acordo com moradores e empresários responsáveis pela venda e aluguel de imóveis na região , o patrimônio histórico- construído durante o reinado do Marquês do Lavradio, em 1772- foi completamente destruído nos últimos meses, principalmente depois da pandemia.

Para o empresário Claudio Castro, diretor da Sergio Castro Imóveis e presidente do Diário do Rio, “a destruição da cultura e do patrimônio histórico do Rio se tornou regra e não mais exceção”.

“É um absurdo. Em poucos meses, o monumento foi ocupado por moradores de rua, camelôs, entre outros . A comunidade da Glória assiste ao descaso das autoridades, impotente e chocada. Além da sensação de

insegurança causada por isso, prejudica que qualquer un tenha negócios na proximidade “- afirmou Claudio Castro.

Na foto, publicada por moradores do bairro nas mídias sociais, o abandono do Chafariz da Glória.

Vinkmag ad

Redação

Read Previous

A velha ditadura querendo mostrar os dentes

Leia a seguir

Comércio vegano atende público não vegano e empresas crescem de olho nesse segmento

setembro 24, 2021